Logo BCM.
Banner – Anuncie Aqui- 970×250 | CENSURA ZERO  

Valorização de veículos usados provoca aumento do IPVA

O gerente de vendas Luiz Henrique Fonseca Costa teve uma surpresa ao olhar o valor do IPVA: o imposto ficou R$ 300 mais caro em 2023.

Valorização de veículos usados provoca aumento do IPVA — Foto: JN
Valorização de veículos usados provoca aumento do IPVA — Foto: JN

“Ano passado, eu fiz uma entrada mais cinco parcelas. Esse ano, eu vou ter que fazer uma entrada mais nove. Vou ter que pagar em 10 vezes porque, querendo ou não, tem muitas contas para pagar agora em janeiro e acaba onerando o orçamento”, diz Luiz Henrique.

Para calcular o valor do IPVA, os governos estaduais pegam o preço do carro, avaliado pela Fipe. O levantamento é baseado nos valores de mercado apurados em setembro e outubro de 2022. Em cima desse valor de venda de novos e usados, os estados aplicam uma alíquota, de acordo com a categoria do veículo.

Em Goiás, por exemplo, as alíquotas do IPVA são as mesmas cobradas há oito anos: vão de 1,25% até 3,75%. Mas, mesmo com essas alíquotas congeladas, os donos de veículos estão assustados com os valores do IPVA 2023.

O presidente da Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores explica que a valorização dos usados ainda é reflexo da pandemia da Covid que paralisou fábricas, afetando a produção de semicondutores usados nos veículos zero quilômetro.

“A falta de componentes eletrônicos afeta os carros novos, a princípio, porque eles vão equipar os carros nas montadoras. Faltou, afeta os carros novos. Faltando carros novos, o preço do usado começa a crescer porque quando o consumidor vai à rua para comprar um carro novo e não encontra, encontra o usado”, explica Enilson Sales.

A valorização dos veículos seminovos e usados ocorreu em todo país. Em Mato Grosso do Sul, os preços subiram em média 9%; no Rio de Janeiro, quase 10%; em Goiás, também. Em São Paulo, o percentual médio foi ainda maior, quase 11%. Em Alagoas, 11,3%.

G1

Leave a Comment