Logo BCM.
Banner – Anuncie Aqui- 970×250 | CENSURA ZERO  

Últimos dias para escolas se inscreverem na 18ª Olimpíada Brasileira de Matemática

 (Divulgação)
Divulgação
Realizada pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), a competição aumentou o número de premiações este ano. As instituições públicas e privadas têm somente até amanhã, sexta-feira (17), para se inscrever na 18ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP).
Mais de 18 milhões de estudantes de escolas públicas municipais, estaduais, federais e privadas participam anualmente da maior competição científica do país. Alunos do 6º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio concorrem a 8,4 mil medalhas distribuídas a nível nacional e a outras 20,5 mil medalhas a nível regional.
“A olimpíada é uma das políticas públicas mais abrangentes do país. O IMPA consegue, por intermédio da OBMEP, levar a todo o Brasil o interesse pela matemática. São problemas instigantes e atraentes para os alunos, que apresentam a disciplina pelo raciocínio lógico”, afirmou Marcelo Viana, diretor-geral do IMPA.
A nível nacional, serão distribuídas 650 medalhas de ouro, 1.950 de prata e 5.850 bronzes aos participantes. A olimpíada premia separadamente escolas públicas e particulares e, este ano, dobrou o número de medalhas para escolas privadas.
“Queremos estimular a participação das escolas privadas na olimpíada. O que vemos é que as públicas inscrevem todos os alunos e isso não acontece nas particulares, o que é uma pena. Muitos estudantes descobrem o interesse pela matemática fazendo a prova. Quando a escola inscreve só os alunos que já demonstram habilidade em matemática, outros estão perdendo a oportunidade de perceber o quanto a disciplina pode ser instigante”, disse Claudio Landim, diretor-adjunto do IMPA e coordenador-geral da OBMEP.

Aumento na bolsa do Programa de Iniciação Científica Jr. (PIC)
Os alunos que conquistarem medalhas nacionais são convidados a participar do Programa de Iniciação Científica Jr. (PIC) como incentivo e promoção do desenvolvimento acadêmico. Os participantes de escolas públicas recebem uma bolsa de incentivo de R$ 300 para participarem do programa. O valor da bolsa concedida pelo CNPq foi reajustado este ano, com aumento de 200%.
Premiação regional distribui ao menos 20,5 mil medalhas
Os mais bem colocados de cada unidade federativa também serão premiados. A organização vai oferecer ao menos 20,5 mil medalhas. O número será calculado de acordo com o desempenho de cada unidade federativa. A premiação regional será de responsabilidade de cada coordenação e não permite acesso ao PIC.
Como se inscrever
A inscrição é feita pelas escolas, que devem preencher a ficha disponível no site da OBMEP, informar o código MEC/INEP e criar uma senha. No regulamento publicado no site da OBMEP, os representantes vão encontrar as informações sobre condições, prazos, datas e regras para participação.
A olimpíada ocorre em duas fases: a primeira é composta por uma prova objetiva de 20 questões, e a segunda por uma prova discursiva de 6 questões. A 1ª fase da OBMEP será em 30 de maio, e os classificados para a etapa seguinte farão a prova da 2ª fase em 7 de outubro. As provas são preparadas segundo o grau de escolaridade do aluno: Nível 1 (6º e 7º anos), Nível 2 (8º e 9º anos) e Nível 3 (Ensino Médio). A divulgação dos aprovados para a segunda etapa será em 2 de agosto e a dos premiados em 20 de dezembro.
Sobre a OBMEP
Criada pelo IMPA em 2005 e realizada com apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM), a competição é promovida com recursos do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e do Ministério da Educação (MEC).
A OBMEP contribui para estimular o estudo da matemática no Brasil, identificar jovens talentosos e promover a inclusão social por meio da difusão do conhecimento. Além disso, a olimpíada busca melhorar a qualidade da educação básica, possibilitando que um maior número de alunos brasileiros possa ter acesso a material didático de qualidade.
A 17ª OBMEP contou com 18,1 milhões de participantes e atingiu 54 mil escolas, em 99,78% dos municípios brasileiros.

Leave a Comment