Logo BCM.
Banner – Anuncie Aqui- 970×250 | CENSURA ZERO  

Quem é o filho de George Soros que vai assumir US$ 25 bilhões

Reuters

Nascido na Hungria, Soros ficou bilionário no mercado financeiro, mas tem direcionado a fortuna da família desde os anos 1990 para fortalecer a democracia em dezenas de países

O bilionário George Soros, de 92 anos, passou o comando de seu império financeiro e instituições de filantropia para um de seus cinco filhos.

Alex, de 37 anos, é o segundo mais novo da família e vai assumir o controle de uma fortuna avaliada em US$ 25 bilhões (R$ 122 bilhões).

Nascido na Hungria, Soros ficou bilionário no mercado financeiro, mas tem direcionado a fortuna da família desde os anos 1990 para fortalecer a democracia em dezenas de países. Ele também é um dos maiores doadores do partido Democrata nos Estados Unidos.

No entanto, nos últimos anos, o ex-gestor de fundos tem sido alvo de teorias da conspiração antissemitas.

Soros disse que passou o bastão para seu filho em uma entrevista no Wall Street Journal (WSJ) e um porta-voz confirmou a informação à BBC. O bilionário disse que seu filho “fez por merecer” para assumir o controle do fundo de investimento.

Alex é formado em história e será o único membro da família no conselho de administração do Soros Fund Management, o fundo que administra os 25 bilhões da família.

Ele já havia assumido o cargo de presidente do conselho da Fundação Open Society em dezembro de 2022 e também já comandava um mecanismo de financiamento para partidos políticos nos EUA.

Embora Alex tenha em geral as mesmas inclinações políticas de seu pai, ele disse ao WSJ que é “mais político” que seu pai – por exemplo, teria feito campanha contra a tentativa de Donald Trump de concorrer à reeleição (que Trump acabou perdendo).

“Eu gostaria muito que a política não dependesse tanto de dinheiro, mas enquanto o outro lado estiver usando (muitos recursos), nós teremos que usar também”, disse Alex Soros.

Alex disse que a Fundação Open Society vai continuar com os mesmos objetivos que tinha sob seu pai, incluindo a promoção da liberdade de imprensa, de reforma dos sistemas de Justiça penal, direitos das minorias, dos refugiados e apoio a políticos progressistas.

Mas Alex também quer incluir pautas como direito ao voto, direitos reprodutivos e igualdade de gênero – além de ter um programa mais focado nos EUA.

Alex Soros é fã de hip-hop e do time de futebol americano New York Jets. Também é conhecido por ter uma vida social muito ativa, frequentando festas de celebridades em Cannes, na França, e nos Hamptons, nos EUA.

Ele também viajou para partes remotas da Amazônia e se juntou ao conselho do grupo de campanha de direitos humanos Global Witness.

“Nosso lado tem que ser melhor em ser mais patriótico e inclusivo”, disse ele ao WSJ. “Só porque alguém vota em Trump não significa que esteja perdido ou seja racista.”

Quem é George SorosSoros nasceu na Hungria, onde viveu sob o terror da ocupação nazista em 1944 e 1945. Sua família precisou esconder que era judaica para sobreviver.

Depois da guerra, Soros imigrou para Londres e depois para Nova York, onde acabou ficando bilionário com sua atuação no mercado financeiro.

Ele ganhou bastante notoriedade no Reino Unido quando ganhou cerca de US$ 1 bilhão apostando que a libra iria desvalorizar em 1992.

Quando o muro de Berlim caiu, abrindo caminho para o estabelecimento de governos democráticos no antigo bloco soviético, Soros criou a Fundação Open Society (OSF) para apoiar o processo. A OSF agora gasta cerca de US$ 1,5 bilhão por ano apoiando causas progressistas, organizações educacionais e direitos humanos em mais de 120 países.

Algumas de suas causas irritaram a direita, incluindo o combate ao preconceito racial no sistema de justiça dos EUA.

A OSF mudou seu escritório de operações internacionais de Budapeste para Berlim em 2018, depois que o governo húngaro liderado por Viktor Orbán fez campanha explicitamente contra Soros pessoalmente e contra o trabalho da fundação.

Por BBC

Leave a Comment