Logo BCM.
Banner – Anuncie Aqui- 970×250 | CENSURA ZERO  

Policial federal é condenado por vazar dados de investigação a criminosos em Pernambuco; PM liderava esquema

Escrivão da Polícia Federal (PF), Marcos Henrique Pessanha foi condenado na Justiça por ter vazado a criminosos informações de uma investigação de exploração ilegal de ouro e prata que acontecia em áreas de garimpo em Verdejante, no Sertão de Pernambuco. Os minérios eram transportados para Serrita, também no Sertão, e vendidos, principalmente, para as cidades do Recife e de Juazeiro do Norte, no Ceará. Um policial militar está entre os líderes do crime.

Pessanha perdeu o cargo e também iria passar dois anos e seis meses preso, mas a segunda parte da pena foi convertida judicialmente para o pagamento de 10 salários-mínimos (R$ 12.120,00) a uma entidade social e ao cumprimento de serviços comunitários por uma hora diária pelo mesmo prazo em que estaria detido.

De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), as informações foram repassadas a um suposto comprador do minério e a um policial militar identificado por João Genival de Sá, um dos líderes do esquema criminoso e réu em outro processo judicial do Ministério.

Além de Marcos Henrique Pessanha, outras 14 pessoas envolvidas no crime tiveram ações penais ajuizadas pelo MPF por crime ambiental, usurpação de patrimônio da União, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Leave a Comment