Logo BCM.
Banner – Anuncie Aqui- 970×250 | CENSURA ZERO  

Petrobras afunda quase 10% após mudanças na Lei das Estatais

Quase dois meses após ter atingido seu maior valor de mercado, de R$ 520 bilhões, em 21 de outubro, a Petrobras vem enfrentando uma sequência de quedas na Bolsa

Fernando Frazão/Agência Brasil

As ações da Petrobras e do Banco do Brasil despencaram nessa quarta (14/12), após aprovação de mudanças na Lei das Estatais pela Câmara dos Deputados na noite desta terça.

As ações preferenciais da Petrobras, que são as mais negociadas da estatal, mergulharam 7,93% e exerceram a principal pressão negativa sobre o Ibovespa. Os papéis ordinários da companhia tombaram 9,80%, registrando assim a segunda maior queda desde 22 de fevereiro de 2021, quando foi anunciada a saída de Roberto Castello Branco da presidência da empresa, data em que o papel tombou 20,48%. Em 24 de outubro a ação ordinária caiu 9,89%.

Quase dois meses após ter atingido o seu maior valor de mercado, de R$ 520 bilhões, em 21 de outubro, a Petrobras vem enfrentando uma sequência de quedas na Bolsa que reduziram a empresa ao valor de R$ 301 bilhões. A queda é de R$ 219 bilhões no período, segundo levantamento do TradeMap.

Leave a Comment