Logo BCM.
Banner – Anuncie Aqui- 970×250 | CENSURA ZERO  

Pernambuco terá o sétimo maior aumento de preço da gasolina do país nesta quinta-feira após mudança no ICMS

Sidney Lucena/JC ImagemO preço da gasolina sofrerá alterações na próxima quinta-feira (1º) devido à aplicação da nova alíquota do ICMS nos estados. Pernambuco terá o sétimo maior aumento no valor do combustível após a mudança, empatado com outros três estados. O ICMS passará a ter cobrança de R$ 1,22 por litro de combustível em todo o território nacional.

A mudança terá impacto diferente em cada estado brasileiro, já que atualmente os estados praticam alíquotas variáveis para incidir sobre o preço dos combustíveis. Entenda, a seguir, como o novo ICMS vai impactar o preço da gasolina e se o valor irá aumentar.

A gasolina vai aumentar?

Atualmente, as alíquotas são definidas proporcionalmente e individualmente por cada estado, variando geralmente entre 17% e 18%. Segundo a Folha de São Paulo, a média do imposto cobrado atualmente é de R$ 1.

Sendo assim, a nova alíquota é R$ 0,20 maior que a média cobrada atualmente, mas esse número varia em cada estado. Em alguns deles, como em Pernambuco, o aumento será superior.

Aumento da Gasolina

De acordo com reportagem da Folha de São Paulo, o estado do Mato Grosso do Sul deve ter a maior alta do país. Por lá, o litro do combustível sofrerá acréscimo de R$ 0,30.

Na sequência aparecem Goiás e Rio Grande do Sul, com alta de R$ 0,29 no litro, acompanhados de Mato Grosso e Amapá, que terão acréscimo de R$ 0,28.

Pernambuco aparece na sétima posição do ranking, tendo alta prevista de R$ 0,26 no litro do combustível. O estado aparece empatado com Paraíba, Espírito Santo e São Paulo.

Apenas três estados terão redução no valor do litro com o novo ICMS. São eles: Alagoas, Amazonas e Piauí.

Veja o ranking do impacto do novo ICMS no litro do combustível por estado:

  • Pernambuco: + R$ 0,26
  • Mato Grosso do Sul: + R$ 0,30
  • Goiás: + R$ 0,29
  • Rio Grande do Sul: + R$ 0,29
  • Amapá: + R$ 0,28
  • Mato Grosso: + R$ 0,28
  • Santa Catarina: + R$ 0,27
  • Paraíba: + R$ 0,26
  • Espírito Santo: + R$ 0,26
  • São Paulo: + R$ 0,26
  • Minas Gerais: + R$ 0,25
  • Distrito Federal: + R$ 0,25
  • Rondônia: + R$ 0,18
  • Paraná: + R$ 0,16
  • Pará: + R$ 0,15
  • Maranhão: + R$ 0,13
  • Rio de Janeiro: + 0,11
  • Bahia: + R$ 0,09
  • Ceará: + R$ 0,08
  • Tocantins: + R$ 0,06
  • Acre: + R$ 0,04
  • Rio Grande do Norte: + R$ 0,03
  • Sergipe: + R$ 0,02
  • Roraima: não terá alteração
  • Alagoas: – R$ 0,02
  • Amazonas: – R$ 0,09
  • Piauí: – R$ 0,10

Alta da gasolina

É importante lembrar que outros fatores são levados em consideração na hora da cobrança no preço do combustível na bomba, como o valor do litro do combustível nas refinarias e o lucro dos empresários. Contudo, especialistas afirmam que a mudança no ICMS vai impactar diretamente o valor para o consumidor final.

Folha de São Paulo

Leave a Comment