Logo BCM.
Banner – Anuncie Aqui- 970×250 | CENSURA ZERO  

Papa admite que cansaço extremo pode levá-lo a renunciar ao comando da Igreja Católica

Papa Francisco durante oração de ano novo no Vaticano

O Papa Francisco, de 86 anos, admitiu, mais uma vez, que o “cansaço extremo” pode levá-lo a renunciar ao comando da Igreja Católica, caso a exaustão o leve a “ver as coisas claramente”. A declaração, dada em entrevista à rede pública de Rádio e Televisão Suíça (RSI), acontece em meio às comemorações de 10 anos do pontífice à frente do cargo. O argentino completa uma década de papado na próxima segunda-feira, dia 13 de março.

Ao ser questionado sobre motivos poderiam levá-lo a desistir de dar continuidade ao cargo de Papa, ele voltou a citar suas condições médicas. Isso porque, no fim do ano passado, Francisco revelou ter assinado um carta de renúncia, em 2013, caso problemas de saúde o impeçam de desempenhar as funções.

— Um cansaço que não te deixa ver as coisas claramente. A falta de clareza, de saber avaliar as situações. Também pode se dar por problema físico, afirmou Jorge Bergoglio, que também alegou pedir opinião a pessoas próximas.

— Pergunto sempre sobre isso e sigo os conselhos. ‘Como vão as coisas? Você acha que eu devo…’ [Pergunto] aos que me conhecem, também a alguns cardeais inteligentes. E eles me falam a verdade: ‘Continue, está bem’, revelou. — Mas, por favor, avise a tempo, brincou o argentino.

O pontífice também afirmou que hoje sente ter “menos resistência física”, e que seu problema no joelho foi uma “humilhação física”. — Eu me envergonhava um pouco, declarou Bergoglio sobre o uso de cadeira de rodas para se locomover quando estava com estava com as articulações comprometidas.

Leave a Comment