Logo BCM.
Banner – Anuncie Aqui- 970×250 | CENSURA ZERO  

Febre maculosa matou dentista em São Paulo

Instituto Adolfo Lutz confirmou causa da morte da dentista Mariana Giordano; amostra do namorado, o piloto Douglas Costa, segue em análise

Reprodução/Redes sociais

A Secretaria de Estado da Saúde informa que os exames realizados no Instituto Adolfo Lutz confirmaram o diagnóstico de febre maculosa na dentista Mariana Giordano, 36 anos. Ela morreu subitamente no último dia 8, após ser internada com febre e dores de cabeça que começaram cinco dias antes.

Mariana e o namorado, o piloto Douglas Costa, 42, tinham viajado para áreas rurais de Campinas e, posteriormente, a Monte Verde (MG). Ele apresentou os mesmos sintomas, também foi internado e morreu no mesmo dia. As amostras de Douglas ainda estão em análise no Adolfo Lutz.

Mariana estava internada em São Paulo. Segundo relatos da paciente, ela notou marcas de picada de inseto em seu corpo após a breve viagem a Campinas antes de começar a desenvolver os sintomas. Na semana seguinte, ela e o namorado viajaram a Monte Verde (MG). Os sintomas surgiram no segundo dia de estadia.

Douglas foi internado com o mesmo quadro de Mariana em Jundiaí, no interior de São Paulo. Ele morreu por volta de 12h do dia 8 e, Mariana, às 16h do mesmo dia.

A doença

A febre maculosa é uma doença infecciosa causada por uma bactéria transmitida através da picada de uma das espécies de carrapato, ou seja, ela não é transmitida diretamente de pessoa para pessoa pelo contato e seus sintomas podem ser facilmente confundidos com outras doenças que causam febre alta. Há no estado duas espécies da bactéria causadora da doença.

Metrópoles

Leave a Comment