Logo BCM.

Casos prováveis de dengue aumentam 84,7% em uma semana em Pernambuco

A fêmea adulta do Aedes aegypti após uma refeição de sangue — Foto: Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC)
A fêmea adulta do Aedes aegypti após uma refeição de sangue — Foto: Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC)

Foram mais de mil casos notificados em uma semana, segundo a Secretaria Estadual de Saúde

Em uma semana, Pernambuco teve um aumento de 84,7% no número de casos prováveis de dengue, conforme dados divulgados nesta quarta-feira (28) pela Secretaria Estadual de Saúde (SES). Ao todo, foram notificados 2.599 casos até a 8ª semana epidemiológica, que terminou no sábado (24). Até a sétima semana, o estado tinha 1.407 ocorrências.

Os 2.599 casos prováveis são casos confirmados e casos em investigação. De acordo com os dados da SES, esse número é 201,9% maior que o registrado no mesmo período de 2023. Houve, até agora:

  • 230 casos confirmados de dengue;
  • Dois casos de dengue grave (entenda por que a forma grave não deve ser chamada de hemorrágica);
  • Seis mortes.

As mortes associadas às arboviroses, segundo a SES, ainda estão sendo investigadas, porque os sintomas podem ser confundidos com um conjunto considerável de outras doenças.

Entre as duas semanas, o número de casos confirmados também aumentou de forma expressiva. Eram 151 confirmações até a 7ª semana epidemiológica, 79 a menos que os 230 casos confirmados até o momento.

Segundo a SES, duas cidades entraram em estágio de “alta incidência” para casos de dengue: Araçoiaba, no Grande Recife, e Chã de Alegria, na Zona da Mata Norte. Ambos apresentam mais de 300 casos por 100 mil habitantes.

Na 8ª semana, houve 16 cidades com “média incidência” (100 a 300 casos por 100 mil habitantes). Eram sete cidades nesse estágio na semana anterior.

No Recife, denúncias de possíveis focos de mosquito Aedes aegypti podem ser feitas na Ouvidoria do SUS, no telefone 0800.281.1520, que funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h; ou na internet, em qualquer horário.

Chikungunya e zika

Leia mais

Comissão de Assuntos Municipais da Alepe auxilia na resolução de impasse de limites entre Alagoinha e Venturosa


Presidida pelo deputado estadual José Patriota, a Comissão de Assuntos Municipais da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) se reuniu nesta quarta-feira (28), e tratou sobre diversos Projetos de Lei Ordinária que impactam os municípios do estado.  O destaque foi a assinatura para o prosseguimento dos trâmites legislativos dos ajustes dos limites municipais de Alagoinha e Venturosa.

Em outubro, a comissão havia convidado os prefeitos que se reuniram com outros entes como a agência Condepe/Fidem e acordaram a alteração, cedendo parte do município de Venturosa para Alagoinha. “Agradeço os prefeitos pela sobriedade na condução do processo. Em especial, Venturosa que cedeu território, com população, por entender que o povoado da localidade é atendido e se vê representado por Alagoinha”, afirmou Patriota, que presidiu por 10 anos a Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe).

Com o acordo entre as prefeituras recolhimento das assinaturas da comissão, o Projeto que altera a Lei nº 3.328/1958 será encaminhado para as comissões, para seguir os trâmites de aprovação da casa e posteriormente ser publicado no Diário Oficial.

Limites Municipais – Desde o ano passado capitaneada por Patriota, a Comissão pela primeira vez vem trabalhando para resolver os conflitos de limites municipais em Pernambuco. Desde 2023, 26 impasses foram acordados entre as prefeituras de todas as regiões do estado. “Nós de Assuntos Municipais estamos abertos para receber os municípios que tenham dificuldades e/ou precisem fazer ajustes nos limites e resolver os problemas da melhor forma possível para a população”, afirmou o deputado.

Governo de Pernambuco realiza 1ª Reunião de Mesa Geral de Negociação Coletiva Permanente de 2024

O Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Administração (SAD), realizou a 1ª Reunião Ordinária da Mesa Geral de Negociação Coletiva Permanente de 2024, nesta terça-feira (27), na sede da Pernambuco Participações e Investimentos S/A (Perpart). Na ocasião, foi apresentado o cronograma das Mesas Específicas de Negociação para este ano. Presentes ao encontro, representantes das categorias de servidores do Estado também tiveram a oportunidade de apresentar considerações específicas.

A secretária de Administração, Ana Maraíza, que conduziu a reunião, ressaltou a relevância da Mesa Geral. “Este é um espaço importante para ouvirmos as demandas de cada entidade de classe e buscarmos as soluções, sempre com base no respeito e transparência. A SAD segue com diálogo aberto e permanente com os servidores do Estado”, destacou. A titular da pasta aproveitou a oportunidade também para anunciar a primeira reunião de Mesa Específica que será realizada no dia oito de março.

Durante o encontro desta terça-feira, o secretário Executivo de Transparência e Controle, Renato Cirne, apresentou um resumo do cenário econômico e fiscal do Estado para os 16 órgãos de classe. Também participaram da Mesa Geral, a procuradora Geral Adjunta, Renata Brayner; o secretário Executivo de Relações Institucionais da Casa Civil, Igor Cadena; a secretária Executiva de Gestão Estratégica, Stephanie Pereira, e o coordenador do Controle do Tesouro Estadual, Flávio Mota, ambos da Secretaria da Fazenda; além da representante da Secretaria de Planejamento, Gestão e Desenvolvimento Regional, Bárbara Bandeira.

Importante destacar que será realizada no dia 24 de abril a Primeira Mesa Geral Extraordinária de Negociação Coletiva Permanente de 2024, quando será apresentada oficialmente a pauta do Fórum de Servidores Estaduais com pleitos das categorias.

Estiveram presentes ainda representantes das seguintes entidades sindicais: CUT/PE, SISCIPM/CBM, SINDSAAF, SINTEPE, SINDSERPE, SINDSHEMOPE, SINDPD, SINDETRAN, SINDUPE, SINPOL, SINDAGRO, SINPOCRIM, SINPOLPEN, ADUPE, SINTAPE e SEEPE.

Mais de 39 mil candidatos participam do concurso da Polícia Civil de Pernambuco

Candidatos participam do concurso da Polícia Civil de Pernambuco 

Mais de 39 mil candidatos prestaram, neste domingo (25), o concurso prova teórica do concurso da Polícia Civil de Pernambuco. Eles concorrem às 400 vagas totais, sendo 250 para agente e 150 para escrivão. O edital ainda conta com 45 para delegado, cuja prova será aplicada no próximo domingo (03).

O foco e a determinação fazem parte da preparação dos candidatos, mas a tranquilidade deve reinar. É o caso de Diogo Biones, que está se candidatando para a vaga de agente. “Tudo tranquilo. (Vou) fazer o que eu estava fazendo antes, estudando, vai ser igual a um simulado”, disse.

Diogo já vem se preparando há mais de um ano para concursos de agentes de segurança. Mesmo sendo o primeiro que faz para a Polícia Civil de Pernambuco, ele busca alcançar um cargo na Polícia Federal. “Eu estou mais ansioso por causa da redação. As outras disciplinas eu já estou estudando porque eu estou me preparando pra Polícia Federal. Aí eu estou fazendo várias provas, porque se eu errar aqui, eu não quero cometer o erro quando for na hora de fazer a prova da Polícia Federal”, afirmou o candidato.

Para Gabriela Neves, de 27 anos, que também faz a prova pela primeira vez, a expectativa maior é para a o exame destinado ao cargo de delegado, na próxima semana. No entanto, a candidata já vem se preparando há mais tempo. “Essa prova meio que mudou o percurso quando saiu o edital. Eu estava me preparando para agente anteriormente já há um tempinho, mais ou menos um ano, aí o edital veio e quebrou todas as expectativas”, relatou a candidata.

Com o foco na prova para delegados, no próximo domingo (3), Neves enxerga a prova para agente como um treino. “Eu não me preparei pra essa agora, porque as especificas são contabilidade, raciocínio lógico, não são matérias que eu estudo, porque eu estudo para o concurso de delegado. Aí eu dei uma ‘preparadinha’, vou fazer pra ver como é que vai ser, mas estou tranquila”, comentou.

Veja as próximas datas do concurso da Polícia Civil de Pernambuco: 

  • 27/02 – Divulgação e consulta individual ao padrão e aos gabaritos preliminares das provas objetivas e discursivas (Agente de Polícia e Escrivão de Polícia);
  • 03/03 – Aplicação das provas objetivas e discursivas para o cargo de Delegado de Polícia;
  • 05/03 – Divulgação e consulta individual ao padrão e aos gabaritos preliminares das provas objetivas e discursivas;
  • 01/04 – Divulgação do edital de resultado final nas provas objetivas e de resultado provisório na prova discursiva (todos os cargos).

Banco do Nordeste atinge recorde de R$ 58,5 bilhões em contratações de crédito em 2023

Paulo Câmara, presidente do BNB

O Banco do Nordeste (BNB) encerrou o exercício de 2023 com volume de contratações de operações de crédito que somaram R$ 58,5 bilhões. O valor representa um acréscimo de 27,1% em relação aos R$ 46 bilhões alcançados em 2022. Já o lucro líquido do ano foi de R$ 2,1 bilhões, o que corresponde a um aumento de 4,1% ante os cerca de R$ 2 bilhões obtidos no ano anterior. Esse resultado líquido reflete melhoria na eficiência operacional e a elevação na margem de intermediação financeira. Além desses fatores, houve aumento dos ganhos com prestação de serviços, que incluem tarifas bancárias e outras receitas provenientes de fundos de investimento e do Fundo de Desenvolvimento do Nordeste (FDNE).

Outra importante contribuição foi na operação do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), que superou a meta de crescimento de 12,4% estabelecida para o ano.

RESULTADO PROMISSOR

“Estamos bastante satisfeitos com resultado de 2023, pois os números premiam o nosso esforço em superar metas e nossas expectativas em relação ao potencial de crescimento e de investimentos da região. Mais uma vez nossa equipe bateu recorde no volume de contratações com o FNE e aplicamos R$ 43,7 bilhões com recursos do Fundo, o que equivale a um incremento de 35,4% em relação ao desempenho de 2022,” afirma o presidente do BNB, Paulo Câmara.

O executivo ressalta que o FNE é o principal funding do banco, que continua empenhado em diversificar as fontes de recursos para ampliar sua capacidade de negócios e de concessão de crédito.

“A crescente demanda de pedidos de financiamentos recebidos nos faz pensar em possibilidades de acessar fontes alternativas e de intensificar o diálogo com instituições multilaterais com o mesmo perfil de fomento e alinhamento de propósito para financiar investimentos sustentáveis e que promovam o impacto social e ambiental, que fazem parte do DNA do Banco do Nordeste”, explica Paulo Câmara.

MICRO E PEQUENAS EMPRESAS

Leia mais

Governo de Pernambuco deve começar a pagar cachês do Carnaval nas próximas semanas

Cacau de Paula, secretária estadual de Cultura, apresenta balanço do Carnaval 2024
Cacau de Paula, secretária estadual de Cultura, apresenta balanço do Carnaval 2024 – Foto: Alexandre Aroeira/Folha de Pernambuco

Em 2024, o Estado realizou 1.038 contratações artísticas para a folia

O Carnaval é, sem dúvidas, uma grande vitrine para a cultura pernambucana. Orquestras de frevo, maracatus, afoxés, bonecos gigantes, papangus e tantos outros legítimos representantes da folia momesca foram destaque nos dias de festividade, agora avaliados em números pelo Governo do Estado.

De acordo com os dados do balanço geral do Carnaval em Pernambuco, apresentados ontem à imprensa, o Estado realizou 1.038 contratações artísticas em 2024. Em relação ao ano anterior, houve um aumento de mais de 60%. Do número total divulgado, 40% corresponde às apresentações de grupos de cultura popular.

“Nós conseguimos estar em mais de 100 municípios. Então, todas as regiões do nosso Estado receberam o apoio do Governo de Pernambuco, para que o Carnaval chegasse a todos os pernambucanos”, pontuou Cacau de Paula, secretária estadual de Cultura.

Atrações com popularidade a nível nacional estiveram presentes na folia pernambucana. Uma pesquisa encabeçada pela Secretaria de Turismo e Lazer de Pernambuco, no entanto, sugere que quem visita o Estado nesse período prefere os artistas regionais. Entre os turistas entrevistados, 74,50% mostraram essa preferência.

“Isso nos traz uma ponta de orgulho e serve para estimular as prefeituras a valorizarem a cultura local, colocando as suas agremiações e artistas pernambucanos para subirem ao palco”, apontou o secretário de Turismo e Lazer, Daniel Coelho.

Pagamentos dos cachês

Leia mais

Pernambuco registra aumento nos casos prováveis de dengue

O Brasil já teve mais de 400 mil casos prováveis de dengue em 2024 — Foto: Getty Images/BBC
O Brasil já teve mais de 400 mil casos prováveis de dengue em 2024 — Foto: Getty Images/BBC

Pernambuco registrou um aumento de 113,4% no número de casos prováveis de dengue até o dia 10 de fevereiro, em comparação com o mesmo período do ano passado, segundo relatório divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES). Os casos prováveis são os confirmados, mais os que estão em investigação.

Mesmo assim, a Secretaria de Saúde explica que Pernambuco ainda não está em “situação de emergência”. De acordo com o relatório da SES, foram confirmados 146 casos, sendo quatro considerados graves. “A incidência geral de 13,3 casos prováveis por 100 mil habitantes está distante do referencial do Ministério da Saúde para uma alta incidência, quando se ultrapassa o patamar de 300 casos por 100 mil habitantes”, explica o documento.

Os primeiros municípios pernambucanos considerados de média incidência para a dengue, segundo o boletim da SES, são Araçoiaba, no Grande Recife; Gravatá, no Agreste; Belém do São Francisco, no Sertão; e o distrito de Fernando de Noronha – que estão com indicadores entre 100 e 300 casos de dengue por 100 mil habitantes.

Ao todo, foram notificadas seis mortes por arboviroses, mas todas ainda estão em investigação, pois os sintomas são semelhantes para um conjunto de doenças. Além dos casos de dengue, o estado registrou 354 casos suspeitos e 28, confirmados, de chikungunya, um aumento de 23,8% em relação ao mesmo período de 2023, com incidência de 3,9 casos por 100 mil habitantes.

Já o zika teve 19 casos prováveis, mas sem confirmação, representando uma ocorrência 137,5% maior em comparação com o ano passado.
O boletim da SES considera o período entre 31 de dezembro de 2023 e 10 de fevereiro de 2024 para realizar a análise e aponta para a quinta semana seguida com aumento de registros de dengue.

A Secretaria de Saúde alerta para a importância de eliminar os focos do mosquito Aedes aegypti. Entre as ações, estão não juntar entulhos que possam acumular água, limpar vasos, calhas e outros possíveis focos das lavas do mosquito. Os principais sintomas da dengue são febre, manchas na pele, dor nos olhos, conjuntivite, dor no corpo e nas articulações e dor de cabeça. Ao perceber os sintomas, é importante procurar atendimento médico para evitar o agravamento da doença ou um possível óbito.

Fonte: G1

Municípios de Pernambuco abrem concurso para guardas municipais

Ao menos quatro cidades pernambucanas realizam concurso para guardas municipais

Em todo país é cada vez maior a procura pela função de Guarda Municipal, cujas vagas são preenchidas somente através de concurso público. Em Pernambuco, existem ao menos quatro oportunidades para Guarda Municipal.

Os concursos estão abertos nos municípios de Belo Jardim (com 15 vagas para contratação imediata e mais 15 para cadastro reserva) e Garanhuns (com inscrições abertas para efetivar 10 vagas destinadas exclusivamente a mulheres).

Serão publicados nos próximos meses, concurso público também em Moreno e Arcoverde.

Carnaval com status de segurança

Esse é o primeiro Carnaval em que as guardas municipais atuarão com status de segurança ostensiva, podendo fazer abordagens e revistas de suspeitos de práticas criminosas, com o objetivo de validar as provas obtidas.

Em agosto do ano passado, o Supremo Tribunal Federal (STF) firmou que as guardas municipais integrem o Sistema de Segurança Pública no Brasil. A decisão foi comemorada pela Associação das Guardas Municipais do Brasil (AGMB).

Na decisão majoritária, o Plenário afastou todas as interpretações judiciais que excluíam essas instituições do Sistema de Segurança Pública. Prevaleceu o voto do ministro Alexandre de Moraes, relator, que destacou jurisprudência do Tribunal sobre a matéria.

Avaliação psicológica igual a avaliação física

Leia mais

Justiça de Pernambuco proíbe realização de greve da Polícia Civil

Passeata dos Policiais Civis

O Órgão Especial do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) determinou, nesta quarta-feira (07), que o Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Pernambuco (Sinpol) não inicie o movimento grevista anunciado para a meia-noite desta sexta-feira (09).

Em caso de descumprimento, está prevista a aplicação de multa diária de R$ 300.000,00 (trezentos mil reais) em desfavor da entidade, sem prejuízo de eventual majoração em caso de descumprimento, e das demais sanções administrativas, cíveis e criminais cabíveis.

O TJPE deferiu o pedido de tutela de urgência requerido pelo Estado de Pernambuco, em decisão tomada pelo desembargador relator Cândido Saraiva.

“Fica vedada qualquer forma de mobilização que acarrete paralisação, suspensão ou prejuízo das suas atividades essenciais, independentemente da denominação atribuída ao movimento”, diz trecho da decisão.

“Deve a entidade ré, ainda, comprovar imediatamente o efetivo cumprimento da decisão judicial, proibindo-se a prática de quaisquer atos que tragam embaraço ou perturbem de qualquer forma o regular funcionamento do serviço de segurança pública”.

Na assembleia realizada na noite da última terça-feira, os representantes do Sinpol-PE argumentaram que o governo do Estado não se dispôs a iniciar as negociações por melhorias nas condições de trabalho, valorização salarial e aumento do contingente da categoria. Diante da frustração do encontro, em votação, a categoria decidiu deflagrar a greve.

Nesta quarta-feira, o Sinpol-PE protocolou requerimento ao Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) para que seja intermediada uma negociação entre a categoria e o governo estadual. No documento, a entidade pontuou que ação semelhante ocorreu com o Poder Judiciário da Paraíba e de Alagoas e que isso foi fundamentação para evitar a greve.

Por: Raphael Guerra E Equipe/JC

Com 355 homicídios em Pernambuco em janeiro de 2024, SDS registra alta de 23% nas mortes violentas

Raquel Lyra e o presidente da Alepe, Álvaro Porto, na apresentação do plano de segurança

A Secretária de Defesa Social (SDS) registrou 355 homicídios em Pernambuco no último mês de janeiro. Um número 23% superior ao anotado no mesmo mês do ano passado.

No segundo mês após o lançamento do programa Juntos pela Segurança, do Governo do Estado, a violência atingiu seu maior patamar dos 13 meses da gestão Raquel Lyra.

No somatório, a capital pernambucana respondeu por 78 dos mortos, a Região Metropolina do Recife por 119 e o interior pelo maior contingente de mortes, com 158 mortes violentas. No mesmo período de 2023, haviam sido 41 mortes violentas no Recife, 73 na RMR e 175, no interior.

Diante dos problemas na área, o governo do Estado trocou o comando da Polícia Militar e da Polícia Civil, no mês passado, em busca de um choque operacional.

Por: Jamildo Melo

Casos de dengue mais que duplicam em Pernambuco, e governo vai orientar municípios a acionar plano de contingência

No Sertão, especialmente em Petrolina e Ouricuri, é onde há maior escape da linha de controle - ou seja, casos de dengue aumentam além do limite máximo
No Sertão, especialmente em Petrolina e Ouricuri, é onde há maior escape da linha de controle – ou seja, casos de dengue aumentam além do limite máximo – Marcos Santos/Jornal da USP

O número de casos prováveis por dengue em Pernambuco, em janeiro de 2024, cresceu 57,5% em relação ao registrado no mesmo período em 2023. O dado, ainda parcial, está no boletim epidemiológico de arboviroses da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), que abrange notificações até o último dia 27 de janeiro.

Segundo o balanço, o Estado totaliza 512 casos prováveis de dengue (confirmações + registros em investigações), com taxa de incidência de 5,7 casos prováveis a cada 100 mil habitantes. Do total, 55 registros já tiveram confirmação de infecção pelo vírus da dengue.

Pernambuco está por duas semanas acima do limite máximo de notificações. Estamos entrando numa terceira semana já no limite. E até o fim dela, certamente o total ultrapassará mais uma vez. A tendência, então, é de aumento de casos de dengue no Estado”, avalia o diretor-geral de Vigilância Ambiental e Saúde do Trabalhador da SES-PE, Eduardo Bezerra.

Ele informa que a secretaria está em processo de finalização de uma nota técnica com orientações para os municípios pernambucanos. “Eles poderão tomar decisões (para conter o avanço dos casos de dengue) com base no que está no Plano Estadual de Contingência das Arboviroses 2024.”

O plano foi lançado, ainda em novembro de 2023, com trabalhos que podem ser desencadeados e/ou intensificados para o enfrentamento das arboviroses nos municípios pernambucanos, a partir da análise do perfil epidemiológico no Estado e a organização da rede de atenção à saúde para atendimento desses casos.

“É documento norteador para que os municípios desenvolvam seus planos de forma localizada”, destaca Eduardo Bezerra.

“No Sertão, especialmente nas regionais de Petrolina e Ouricuri, é onde temos visto um maior escape da linha de controle (casos aumentam além do limite máximo). Na Região Metropolitana do Recife, ainda não há esse panorama, mas o trajeto tende a ser de crescimento.”

Até o momento, no Estado, não houve notificação ou confirmação de óbito por arboviroses.

Leia mais

Rede Estadual de Ensino de Pernambuco inicia o ano letivo nesta segunda-feira (5)

Governadora Raquel Lyra participa da abertura do ano letivo e entrega, nesta segunda-feira (5), às 9h, a nova quadra da Escola de Referência em Ensino Médio Professor Adauto Carvalho, localizada no município de Serra Talhada

Cerca de 500 mil estudantes da Rede Estadual de Ensino de Pernambuco, voltam às aulas nesta segunda-feira (5). A governadora Raquel Lyra vai participar da abertura do ano letivo, na Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Professor Adauto Carvalho, localizada no município de Serra Talhada,no Sertão do Pajeú.

Na ocasião, a gestora irá entregar oficialmente a nova quadra da unidade de ensino, além dos anúncios relacionados ao Progama Estadua de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar, e entrega de 170 títulos de propriedade pelo Programa Morar Bem.

Para 2024, foram ofertadas 175.201 vagas para estudantes novatos, das quais 97.903 foram preenchidas por crianças e jovens oriundos das redes municipais em processo realizado ao longo do segundo semestre de 2023.

O ano letivo da rede pública estadual será marcado por atividades e ações que terão como prioridade o tema “Relações Étnico-Raciais: educar para o (re)conhecimento e a valorização da diversidade e da diferença.

A temática, que se desdobrará ao longo dos quatro bimestres, foi selecionada porque 2024 marca o último ano da Década Internacional de Afrodescendentes, proclamada pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Segundo a Secretaria de Educação e Esportes (SEE-PE), a escolha também considerou os 20 anos, completados em 2023, da Lei Nº 10.639/03, que alterou a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDBEN) para tornar obrigatório, no currículo da educação básica, o ensino da História e Cultura Afro-brasileira e Africana.

KIT ESCOLAR

A partir desta segunda-feira, os alunos vão receber os novos materiais de forma gratuita em suas respectivas escolas. De acordo com a SEE-PE, pela primeira vez serão disponibilizados kits escolares diferentes para cada etapa de ensino: educação infantilensino fundamental e ensino médio, de acordo com suas rotinas e especificidades.

O kit escolar  é composto por caneta, lápis, borracha, régua, giz de cera, pincel, cola, tesoura, caderno, além de itens inéditos, como caixa de lápis de cor com diversos tons de pele, que irão auxiliar os estudantes nas atividades diárias. O total para distribuição em 2024 é de 476.320 conjuntos – um investimento na ordem de R$ 43,8 milhões.

Cada estudante receberá duas fardas novas ao longo do ano letivo. Ao todo, serão distribuídas, prioritariamente aos alunos novatos, 326.206 peças, orçadas em R$ 3,5 milhões. Já os estudantes veteranos receberão o fardamento no decorrer do ano.

Mirella Araújo/JC

732 novos médicos do Programa Mais Médicos foram nomeados para Pernambuco

Retomado pelo governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o Programa Mais Médicos adicionou 732 novos médicos para atender a população dos 184 municípios de Pernambuco. Agora, há um total de 1,6 mil profissionais atuando no estado, sendo 19 em um Distrito Sanitário Indígena.

Na atualização realizada nesta segunda quinzena de janeiro, a plataforma ComunicaBR apresenta, em detalhes, informações sobre o alcance de importantes programas para a população pernambucana, com destaque para o Mais Médicos, Atenção Primária à Saúde, Brasil Sorridente e SAMU.

A plataforma mostra que, até novembro de 2023, 136 novas equipes de saúde bucal foram habilitadas pelo Programa Brasil Sorridente para atendimento gratuito, chegando a 1,9 mil no estado. O Brasil Sorridente está ligado a diversas ações e programas, como o Saúde na Escola, Plano Nacional para Pessoas com Deficiência, Saúde do Trabalhador, Vigilância Ambiental e Fluoretação das Águas de Abastecimento Público, entre outras. Além disso, apresenta ações voltadas para a qualificação de gestores e profissionais de saúde e para a educação em saúde da população.

Componente fundamental da Política Nacional de Atenção às Urgências, o SAMU 192 teve um repasse em Pernambuco, até novembro de 2023, de R$ 53 milhões para custeio de 169 ambulâncias básicas e 24 UTI móveis. Os veículos do SAMU 192 são distribuídos estrategicamente, de modo a otimizar o tempo-resposta entre os chamados da população e o encaminhamento aos serviços hospitalares de referência.

Na Atenção Primária à Saúde, 104 novas equipes foram habilitadas para atuação no estado, chegando a 2,6 equipes de saúde da família e 83 de atenção básica em Pernambuco.

Raquel Lyra ignora divergências políticas e chama João Campos para conversar

Governadora Raquel Lyra (PSDB) e prefeito João Campos (PSB) em primeiro encontro no Palácio – Foto: Hesíodo Góes/Divulgação

Em gesto republicano, governadora conversa com o adversário sobre segurança durante a folia

Os preparativos para o Reinado de Momo uniram ontem dois adversários políticos no Palácio do Campo das Princesas. O prefeito do Recife, João Campos (PSB), e a governadora Raquel Lyra (PSDB) conversaram durante pouco mais de uma hora. O gesto partiu da governadora há alguns dias. O prefeito chegou pontualmente, às 14h, e não esperou nem um minuto para ser recebido.

Na pauta, uma das principais preocupações da festa: a segurança. Pouco antes do encontro – o primeiro entre os dois fora de eventos oficiais – o gestor havia anunciado no Paço do Frevo a programação para os seis dias de folia no Marco Zero, no Bairro do Recife.

Disse que a estrutura carnavalesca está organizada com recursos próprios e de patrocinadores. Sem verba do Governo do Estado. Serão três mil apresentações e um dia a mais para o folião se esbaldar.

“Vamos contar com o Centro de Operações da Prefeitura (criado no período chuvoso do ano passado e usado também no réveillon). Vocês vão ver tudo montado com profissionalismo para garantir o melhor e maior Carnaval da história”, prometeu.

Informou que o Executivo municipal decidiu instalar e deixar funcionando mais de 70 câmeras de videomonitoramento para incrementar a segurança nos principais polos. Os equipamentos estão na lista de pendências a serem resolvidas pelo Executivo estadual.

“A segurança é conduzida pela Secretaria de Defesa Social do Estado. Assim como foram parceiros no réveillon, acreditamos que haverá uma boa segurança no Carnaval”, enfatizou o prefeito.

Leia mais

Governo de Pernambuco abre seleção simplificada para coordenador de agências do Sassepe no interior; remuneração é de R$ 2.500

A Secretaria de Administração de Pernambuco (SAD) abriu uma seleção simplificada para contratar 12 coordenadores que vão atuar nas agências regionais do Sistema de Assistência à Saúde dos Servidores do Estado (Sassepe). As inscrições devem ser feitas até o dia 28 de fevereiro na internet, segundo informa o Blog Afogados On-Line

A remuneração do cargo é de R$ 2.504,95. Todas as vagas são para o interior de Pernambuco, distribuídas entre seguintes unidades do Sassepe:

Afogados da Ingazeira;
Arcoverde;
Carpina;
Caruaru;
Garanhuns;
Goiana;
Ouricuri;
Palmares;
Petrolina;
Salgueiro;
Serra Talhada;
Surubim.

Para concorrer às vagas, é preciso ter curso de nível superior completo e comprovar experiência de, pelo menos, seis meses em um cargo de coordenação e supervisão de pessoas ou serviços.

A seleção acontece em duas fases. Cada inscrito precisa elaborar um plano de gestão pública com as ações a serem desenvolvidas, que será avaliado junto com o currículo do candidato durante a primeira fase. A segunda etapa é uma entrevista com data não divulgada até a última atualização desta reportagem.

Segundo o edital, o resultado da seleção simplificada será publicado na edição do dia 28 de fevereiro do Diário Oficial do Estado e no site da Secretaria de Administração de Pernambuco.

Raquel Lyra cria secretaria para gerir sistema prisional de Pernambuco

A governadora Raquel Lyra (PSDB) sancionou as novas mudanças na estrutura de seu governo, que foram aprovadas na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), no fim do ano passado. A principal novidade é a criação da Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização, que ficará responsável em gerir o sistema prisional de Pernambuco. As mudanças foram publicada na edição de ontem do Diário Oficial do Estado (DOE).

Até a terça-feira (09), a administração das prisões do estado estava integrada à Secretaria de Defesa Social (SDS), por meio da Executiva de Ressocialização (Seres). A mudança foi necessária para atender às demandas do programa “Juntos pela Segurança”, que também prevê a construção de 7.950 vagas para diminuir a superlotação penitenciária.

Segundo o governo, as novas vagas serão distribuídas da seguinte maneira: 954 no Complexo do Curado; 155 em Caruaru; 2.754 em Araçoiaba; e 4.087 em Itaquitinga.

O texto publicado ontem no DOE também inclui a divisão da Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança, Juventude e Prevenção à Violência e às Drogas em duas: a Secretaria da Criança e da Juventude e a Secretaria de Assistência Social, Combate à Fome e Políticas sobre Drogas. a divisão, ainda segundo o governo, visa o fortalecimento das políticas sociais.

A política de prevenção à violência ficou inserida na Secretaria de Justiça e Direitos Humanos, que agora passa a se chamar Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Prevenção à Violência. A pasta também incorpora as atribuições do planejamento e execução de políticas públicas voltadas às populações que vivem em vulnerabilidade, como pessoas idosas, com deficiência, comunidades tradicionais e LGBTQIAPN+.