Logo BCM.

Luiza Trajano Donato, fundadora do Magazine Luiza, morre aos 97 anos

Luiza Trajano Donato, fundadora do Magazine Luiza
Luiza Trajano Donato, fundadora do Magazine Luiza – Foto: Divulgação/Magazine Luiza

Tia da empresária Luiza Helena Trajano faleceu em casa. Velório foi marcado para a manhã desta segunda-feira

A fundadora do grupo Magazine Luiza, Luiza Trajano Donato, morreu na madrugada desta segunda-feira, em Franca (SP).

Luiza tinha 97 anos e morreu em casa por causas naturais, segundo as primeiras informações apuradas pela produção da EPTV, afiliada da TV Globo no interior de São Paulo.

Nascida em Cristais Paulista (SP), a tia da empresária Luiza Helena Trajano é conhecida por ter sido uma vendedora muito popular em Franca e por fundar com o marido em 1957 a primeira unidade daquela que se tornaria uma das maiores redes varejistas do país.

Segundo informações do G1, o velório está marcado para as 10h no Velório São Vicente e o enterro está previsto para as 16h no Cemitério da Saudade. Em luto, todas as lojas da empresa em Franca permanecerão fechadas nesta segunda-feira.

Afogados: Morre Ávila Gabrielly após luta contra câncer, aos 23 anos

Triste noticia: faleceu hoje a jovem Ávila Gabrielly aos 23 anos vítima de câncer.

Ela lutava contra a LLA (Leucemia Linfoide Aguda). Ávila também foi vítima do sistema que não ajudou a fazer seu tratamento. Na Internet, inúmeras campanhas para arrecadar dinheiro e petições para o Estado custear seu tratamento, mas infelizmente ela não resistiu.

Ela lutou para ter acesso ao medicamento que era sua esperança para mantê-la viva, a ANTI-CD22 INOTUZUMSB OZOGAMICINA, nome comercial BESPONSA.

Ela recorreu à justiça,  correndo contra o tempo. “Procuramos o judiciário como única via de acesso para garantir o direito ao bem mais precioso, que deveria ser protegido acima de tudo, conforme determina a Constituição Federal do nosso País, a minha vida”.

Depois da mobilização e repercussão, ela conseguiu uma decisão da justiça que garantisse medicamento. Mas já estava debilitada e, mesmo após o início do tratamento, não resistiu e faleceu.

Ela era uma guerreira e lutou até o fim. Que Deus conforte a todos os familiares e amigos.

 

Do Afogados Conectado

Cantora Tina Turner, a rainha do rock ‘n’ roll, morre aos 83 anos

“Hoje nos despedimos de uma querida amiga que nos deixa sua maior obra: sua música. Toda a nossa sincera compaixão vai para a família dela. Tina, sentiremos muito sua falta”, escreveu comunicado nas redes oficiais de Tina

Tina Turner, a dinâmica cantora de rock e soul que surgiu de origens humildes e superou um casamento notoriamente abusivo para se tornar uma das artistas femininas mais populares de todos os tempos, morreu aos 83 anos.

Ela morreu “pacificamente após uma longa doença” em sua casa em Küsnacht, perto de Zurique, na Suíça, disse um representante de Tina à Reuters, nesta quarta-feira (24).

“É com grande tristeza que anunciamos o falecimento de Tina Turner. Com sua música e sua paixão sem limites pela vida, ela encantou milhões de fãs ao redor do mundo e inspirou as estrelas do amanhã”, escreveu comunicado publicado nas redes sociais oficiais de Tina.

Leia mais

Morre Rita Lee, ícone da música brasileira, aos 75 anos

 (Foto: Reprodução/Instagram)
Foto: Reprodução/Instagram

Uma das maiores cantoras e compositoras brasileiras, Rita Lee morreu aos 75 anos nesta segunda-feira (08). Ela havia sido diagnosticada com câncer de pulmão em 2021 e seguia em tratamento para a doença.

Na sua página oficial do Instagram, a família divulgou um comunicado informando que a cantora faleceu na noite de ontem em São Paulo, “cercada de todo amor de sua família, como sempre desejou”.

Ainda de acordo com a nota, o velório será aberto ao público, no Planetário do Parque Ibirapuera, nesta quarta-feira (10), das 10h às 17h.

Nascida na véspera do Ano Novo, em 31 de dezembro de 1947, Rita Lee, começou sua carreira muito jovem. Com influências desde a infância partindo de sua mãe, que também era apaixonada pela música. A criança, que no futuro ficou conhecida como Rainha do Rock Brasileiro, começou aprendendo a tocar paino, na escola de piano de Magdalena. Durante a juventude, a cantora criou sua banda com alguns amigos, que acabou passando por diversas mudanças de nome ao longo de sua criação.

Em 1972, Rita Lee decidiu seguir carreira solo gerando polêmica envolvendo nomes de antigos integrantes da banda. No ano seguinte de sua saída, a artista resolver tirar um tempo da música e viajou para Londres, onde focou em sua transformação, se tornando a Rita Lee que todos conhecem até os tempos atuais.

A volta aos palcos foi quando retornou ao Brasil para cantar em um evento patrocinado pela gravadora Philips. Sem banda, a artista correu atrás de pessoas que pudessem se juntar à ela e foi assim que começou a nova era da artista. A estreia da banda foi em um porão de um teatro em São Paulo, sendo Rita vocalista em destaque em uma banda pela primeira vez.

Após a histórica apresentação, a banda recebeu diversas propostas. Assinando um contrato, a banda passou a se chamar ‘Rita Lee e os Tutti Frutti’, como exigência da gravadora. O primeiro álbum da banda foi lançado em 74, mas a parceria com a gravadora não durou muito devido a desentendimentos entre a cantora e os contratantes.

Com total liberdade criativa, Rita Lee foi contratada pela Som Livre na qual a cantora junto com sua banda explodiram ao som de “Fruto Proibido”, que é conhecido até hoje como um dos discos mais populares da música brasileira. Dele saíram músicas como “Ovelha Negra” e “Agora Só Falta Você”.

Por: Diario de Pernambuco

Velório de Palmirinha ocorre hoje em cerimônia aberta ao público

Iwi Onodera/EGO

Cozinheira e apresentadora morreu aos 91 anos e estava internada desde 11 de abril. Público terá acesso ao velório, Cemitério do Morumby, das 11h às 13h. Sepultamento será reservado aos amigos e à família

O corpo da apresentadora Palmira Nery da Silva Onofre, a Vovó Palmirinha, será velada na manhã desta segunda-feira (8), na cidade de São Paulo.

O enterro será apenas para parentes e amigos à tarde. Ela estava internada na capital paulista desde o dia 11 de abril e morreu no domingo (7), aos 91 anos, por problemas renais crônicos.

As cerimônias ocorrem no Cemitério do Morumby, na Zona Sul da capital paulista, das 9h às 17h.

Os fãs poderão se despedir da ‘vovó mais querida do Brasil’ das 11h às 13h, horário aberto para o público.

Palmirinha deixa três filhos, seis netos e seis bisnetos.

A cozinheira e apresentadora trabalhou por 13 anos em programas culinários da TV Gazeta

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lamentou a morte de Palmirinha, “uma figura querida da nossa televisão”. Famosos como a apresentadora Tatá Werneck e a modelo Isabella Fiorentino também lamentaram. Anderson Clayton, intérprete do fantoche Guinho (seu braço-direito nas receitas televisivas), publicou uma carta em homenagem à parceira.

Redação g1

Mães dos sertanejos Leonardo e Daniel morrem no mesmo dia

Matriarca da família do sertanejo Leonardo sofreu um infarto fulminante; já a causa da morte da mãe de Daniel não foi informada

Mães dos sertanejos Leonardo e Daniel morrem no mesmo dia

Dona Carmem, matriarca da família do sertanejo Leonardo, faleceu neste sábado, 1º de abril, após sofrer um infarto fulminante. As informações sobre a morte foram compartilhadas em vídeo pela esposa de Leonardo e nora da falecida, a influenciadora digital Poliana Rocha, através de suas redes sociais.

Segundo relato ede Poliana no Stories do Instagram, ela e o marido receberam a notícia quando estavam a caminho de um hospital para resultados de exames médicos. De acordo com a nora da falecida, os médicos tentaram reanimar Dona Carmem por cerca de 45 minutos, mas, infelizmente, não foram bem-sucedidos na operação. Poliana Rocha também compartilhou uma foto da sogra no Stories do Instagram, informando que o horário do velório de Dona Carmen ainda não foi decidido.

Confira abaixo:

Morre Maria Aparecida, mãe de Daniel, aos 82 anos

Faleceu também neste sábado (01), Maria Aparecida, mãe do cantor Daniel aos 82 anos de idade. Numa publicação no Instagram, o artista prestou uma homenagem à progenitora. As causas da morte ainda não foram informadas.

Por Redação Observatório dos Famosos

Morre a jornalista Glória Maria, ícone da TV

Na Globo desde 1971, a carioca foi a primeira repórter a entrar ao vivo e em cores no Jornal Nacional. De 1998 a 2007, ela apresentou o Fantástico e, desde 2010, integrava a equipe do Globo Repórter.

Jornalista consagrada da Globo, Gloria Maria morre vítima de câncer · Notícias da TV
DIVULGAÇÃO/TV GLOBO
A jornalista Glória Maria, ícone da TV brasileira, morreu no Rio de Janeiro nesta quinta-feira (2). “É com muita tristeza que anunciamos a morte de nossa colega, a jornalista Glória Maria”, informou a TV Globo, em nota.

Em 2019, Glória foi diagnosticada com um câncer de pulmão. O tratamento com imunoterapia teve sucesso. Depois, ela sofreu metástase no cérebro, que também pôde, inicialmente, ser tratada com êxito por meio de cirurgia, mas os novos tratamentos não avançaram.

“Em meados do ano passado, Glória Maria começou uma nova fase do tratamento para combater novas metástases cerebrais que, infelizmente, deixou de fazer efeito nos últimos dias, e Glória morreu esta manhã, no Hospital Copa Star, na Zona Sul do Rio”, afirma o comunicado.

Pioneira

Leia mais

Morre o guitarrista Jeff Beck, aos 78 anos de idade

Considerado um dos maiores guitarristas da história, Jeff Beck morreu após contrair meningite bacteriana

o guitarrista inglês Jeff Beck morreu na última terça-feira (10) aos 78 anos de idade após contrair uma meningite bacteriana. Considerado um dos maiores guitarristas de todos os tempos, ele ganhou oito Grammys e ficou em 5º lugar na lista dos 100 Melhores Guitarristas da revista Rolling Stone.

“Em nome de sua família, é com profunda tristeza que comunicamos a notícia do falecimento de Jeff Beck. Depois de contrair uma meningite bacteriana, ele faleceu ontem. Sua família pede privacidade enquanto processa essa grande perda”, diz o comunicado divulgado nas redes sociais do guitarrista.

Beck foi um dos primeiros guitarristas a estabelecer um estilo chamado Jazz/rock, a fusão da guitarra elétrica do rock and roll com uma pegada mais clássica e cheia de virtuosismo. Como músico, fez parta da banda Yardbirds, junto com Eric Clapton e Jimmy Page, do Led Zeppelin.

Assim como muitos músicos do seu tempo, Beck deu seus primeiros passos como guitarrista de estúdio. Em 1965 entrou para o The Yardbirds, depois que Eric Clapton saiu do grupo. Dezoito meses depois se afastou do grupo, principalmente por problemas de saúde.

Beck ainda fundou o seu próprio grupo, o The Jeff Beck Group, cujos álbuns vendiam bem mas não eram muito comerciais. Conseguiu reconhecimento do grande público em 1975, a gravar o álbum ‘Blow by Blow’ em carreira solo, um clássico do jazz/rock.

Metrópoles

Morre compositora e cantora Rita de Cássia, do Mastruz com Leite

Forrozeira ficou conhecida nacionalmente por hits da banda Mastruz com Leite

A compositora e cantora Rita de Cássia, conhecida por ser autora de clássicos do forró eletrônico como “Meu Vaqueiro, Meu Peão” e “Saga de Um Vaqueiro”, morreu na noite desta terça-feira (3), em Fortaleza. Tinha 50 anos.

Ela estava internada em uma Unidade de Tratamento Intensiva (UTI) de um hospital privado. A artista lutava contra o diagnóstico de fibrose pulmonar.

A doença é caracterizada quando o pulmão do indivíduo fica com cicatrizes no tecido ou passa a ser mais endurecido. A enfermidade reduz a capacidade de expansão do órgão no processo de respiração.

Em recentes postagens no Instagram, a compositora apareceu com voz ofegante em rápidas mensagens de vídeo em comemoração ao Natal e ao ano novo.

Rita de Cássia ficou conhecida nacionalmente pelas letras impulsionadas nas vozes de vocalistas da banda Mastruz com Leite. A forrozeira é natural de Alto Santo, no Ceará.

Afogados da Ingazeira perde Seu Gastão

Faleceu na noite desta terça feira (15), o senhor Gastão Cerquinha da Fonseca, por falência múltipla dos órgãos em sua residência, localizada na Avenida Artur Padilha, o ex-vereador e ex-vice-prefeito de Afogados da Ingazeira.

Era um homem muito honrado e respeitado na cidade. o mesmo era conhecido pelos inúmeros serviços prestados a sociedade. Ele tinha 100 anos e sete meses. Foi vice-prefeito, vereador na cidade de Afogados da Ingazeira. Foi comerciante por muitos anos na AV.Manoel Borba na Casa Gastão.

O Sr. Gastão é pai do jornalista Magno Martins, do secretário Augusto Martins, de Gastãozinho, Marcelo (Boíba), Tácio Martins e Ana Regina.

O está acontecendo nesta qurta feira (16) na Câmara de Vereadores e o seu sepultamento ocorrerá às 16 horas no Cemitério São Judas Tadeu.

Aqui fica os nossos votos de pesar à toda família e que ele descanse em paz.