Logo BCM.
Banner – Anuncie Aqui- 970×250 | CENSURA ZERO  

Câmeras nos uniformes serão usadas por PMs de Pernambuco em até três meses, diz SDS

Modelo de câmeras corporais usadas nas fardas dos policiais militares do estado de São Paulo — Foto: Reprodução/TV Globo
Foto: Reprodução/TV Globo

Policiais militares de Pernambuco começarão a usar câmeras nos uniformes em até três meses. De acordo com a Secretaria de Defesa Social (SDS-PE) este é o prazo máximo para a entrega de 187 câmeras individuais pela empresa contratada para o fornecimento dos equipamentos.

A celebração de contrato entre a SDS e a CHT Comunicações LTDA Eirelli foi publicada no Diário Oficial da última sexta-feira (06).

A empresa deverá fornecer as câmeras filmadoras corporais policiais individuais conhecidas como “bodycams”, 196 baterias extras e estações computadorizadas. O contato foi firmado em R$ 419.500 e tem validade de um ano.

Quando chegarem, os equipamentos serão usados em capacitações e testes de funcionalidade. Após algumas semanas de adaptação, as câmaras vão começar a ser usada pela Polícia Militar (PM), para registrar a ação dos agentes.

A SDS informou que o estado também está investindo em uma “sala de bodycam, para guarda, carregamento dos equipamentos e armazenamento de imagens, além do treinamento do efetivo”.

O projeto, segundo o órgão, tem caráter experimental e será implantado no 17º Batalhão da PMPE, responsável pelo policiamento nas cidades de Paulista e Abreu e Lima, no Grande Recife.

Segundo a SDS, a utilização da ferramenta visa “trazer mais transparência, recursos para comprovação de ocorrências e segurança para o cidadão e policiais militares em serviço”.

A SDS disse que haverá a garantia da privacidade para o efetivo em momentos em que não poderão captar imagens, como durante a utilização de banheiros e em momentos de intervalo das atividades operacionais.

O órgão disse que em 2020 os profissionais de segurança pública de Pernambuco visitaram unidades da federação que adotaram a ferramenta, como São Paulo e Santa Catarina, ano em que foi firmado um convênio com o Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Letalidade policial

De acordo com dados do Monitor da Violência, índice criado com base em dados oficiais dos 26 estados e do Distrito Federal, os dados de mortes em intervenções policiais evidenciam diferenças significativas em relação ao uso da força das diferentes polícias brasileiras.

Em Pernambuco, foi 1.1 o número de pessoas mortas para cada 100 mil habitantes em 2021, último índice disponibilizado sobre este tipo de ocorrência.

Leave a Comment