Logo BCM.

Afogados: hoje tem eleições diretas para diretores de escolas

https://blogdofinfa.com.br/wp-content/uploads/2024/02/images.jpeg

A Prefeitura de Afogados, por meio da Secretaria Municipal de Educação , promove nesta terça (27) eleições diretas para diretores das escolas da rede municipal.

A votação acontece em cada escola, no horário das 8h às 16h. Podem votar os pais ou responsáveis pelos alunos e alunos com mais de 14 anos de idade.

“A democracia é uma grande conquista da sociedade. Em todos os seus níveis. E não poderia ser diferente na Escola. Convocamos a participação de todos e todas na votação. Gestão democrática se faz com diálogo, debate e participação,” afirmou a Secretária de Educação de Afogados, Wivianne Fonseca.

Afogados FM

IFPE abre processo seletivo com 195 vagas para graduações na modalidade EAD

Os estudantes poderão ingressar no primeiro semestre letivo deste ano. (Foto: Divulgação/IFPE)
Os estudantes poderão ingressar no primeiro semestre letivo deste ano. (Foto: Divulgação/IFPE)

As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas até o dia 7 de março pela internet

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFPE) está com processo seletivo complementar aberto para preenchimento de vagas remanescentes do Processo de Ingresso IFPE 2024.1 dos cursos de graduação de Educação a Distância (EaD) do Instituto.

As inscrições são gratuitas, e poderão ser feitas até o dia 07 de março. Os estudantes poderão ingressar no primeiro semestre letivo deste ano. Apesar do curso ser na modalidade virtual, também terá encontros presenciais nos Polos, realizados com previsão de frequência quinzenal, aos sábados.
Vagas 
Ao todo, são 195 vagas, dessas, 116 são para o curso de Licenciatura em Geografia, distribuídas nos polos de Águas Belas, Carpina, Gravatá, Limoeiro e Pesqueira.
As outras 79 vagas são voltadas para o curso de Licenciatura em Matemática, e estão distribuídas nos polos de Águas Belas, Limoeiro, Palmares, Santa Cruz do Capibaribe e Santana do Ipanema (AL).
O instituto reserva o mínimo de 60% do total de vagas por curso/turno para estudantes que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas da rede pública.
Saiba como se inscrever
Os interessados poderão se inscrever até às 17h do dia 7 de março clicando neste link.
Em seguida, o estudante vai preencher o formulário eletrônico de inscrição e informar dados pessoais, curso, polo e opção de vaga, anexando cópia do histórico escolar do ensino médio; e também a cópia do documento de identificação com foto.
Seleção
O procedimento será realizado por meio do coeficiente de rendimento escolar do/a candidato/a nos componentes curriculares de Língua Portuguesa (ou Português) e Matemática do ensino médio, e também por meio da nota obtida mediante uma produção textual (Redação), que será aplicada no dia 17 de março.
Os candidatos autodeclarados pretos, pardos, indígenas ou quilombolas que concorrerem na modalidade de vagas reservadas pela Lei nº 12.711, de 2012, dos códigos LB_PPI, LI_PPI, LB_Q e LI_Q, deverão participar do procedimento de heteroidentificação complementar à autodeclaração de pessoas negras ou de aferição da condição de indígena ou quilombola.
Referente a isso, o envio do conteúdo para esse procedimento deve ser feito até às 17h do dia 07 de março, por meio do e-mail heteroidentificacao@ead.ifpe.edu.br.
Para mais informações, confira o edital do processo disponível aqui. Em caso de dúvidas, o candidato pode mandar um e-mail para o selecoes@ead.ifpe.edu.br.
Por: Diario de Pernambuco

Celular usado pelos fugitivos de Mossoró é encontrado pela força-tarefa

A força-tarefa achou o aparelho muito sujo de lama e já sem chip (Crédito: Reprodução)
A força-tarefa achou o aparelho muito sujo de lama e já sem chip (Crédito: Reprodução)

Celular estava em uma trilha próxima ao presídio federal de Mossoró e foi roubado de morador do local

A força-tarefa que busca os dois fugitivos do presídio federal de Mossoró (RN) encontrou mais uma pista durante as buscas. Um celular foi achado em uma trilha próxima do local em que eles se esconderam.

Até agora, cinco pessoas foram presas desde a fuga de Rogério da Silva Mendonça e Deibson Cabral Nascimento, membros do Comando Vermelho (CV). Inclusive o dono de uma propriedade que a dupla usou de esconderijo na zona rural da cidade de Baraúna (RN).

Em nota, a PF informou que o homem detido teria fornecido abrigo, alimentos e outros itens aos foragidos.

Confira a matéria completa no Metrópoles.

Por: Metrópoles

Bolsonaro depõe a Polícia Federal nesta terça (27) sobre importunação a baleia

O advogado do ex-presidente, Fabio Wajngarten, também foi intimado a depor (Crédito: Reprodução/Redes sociais)
O advogado do ex-presidente, Fabio Wajngarten, também foi intimado a depor (Crédito: Reprodução/Redes sociais)

Depoimento de Bolsonaro seria no início do mês em São Sebastião, no litoral norte de SP, mas teve data e local alterados pela PF

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) depõe à Polícia Federal (PF) na tarde desta terça-feira (26/2) em inquérito que o investiga por supostamente ter importunado uma baleia-jubarte no litoral norte paulista, em junho do ano passado.

O depoimento foi marcado para iniciar às 14h30 na Superintendência da PF de São Paulo, no bairro da Lapa, zona oeste da capital. Bolsonaro está desde o fim de semana hospedado no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista e residência oficial do governador Tarcísio de Freitas (Republicanos), seu afilhado político.

Segundo o Ministério Público Federal (MPF), Bolsonaro circulou de jet-ski a cerca de 15 metros de uma baleia durante viagem a São Sebastião.

Confira a matéria completa no Metrópoles

Por: Metrópoles

Anistia desejada por Bolsonaro tem poucas chances de avançar; entenda

Cercado de apoiadores e ao lado da mulher, Michelle, Bolsonaro teria dado mais elementos que podem piorar sua situação nos inquéritos da PF (crédito: Nelson Almeida/AFP)
Cercado de apoiadores e ao lado da mulher, Michelle, Bolsonaro teria dado mais elementos que podem piorar sua situação nos inquéritos da PF (crédito: Nelson Almeida/AFP)

Lideranças no Congresso avaliam que não há condições para a aprovação de um PL que libere os envolvidos em episódios golpistas. Ex-presidente fez pedido durante o ato na Avenida Paulista, no domingo

A proposta de um projeto de anistia aos envolvidos na tentativa de golpe de Estado em 8 de janeiro de 2023 e no vídeo da reunião ministerial de 5 de julho de 2022, feita pelo ex-presidente Jair Bolsonaro na manifestação de domingo, na Avenida Paulista, tem poucas chances de avançar no Congresso. Lideranças ouvidas pelo Correio, que preferiram não se identificar, deixaram claro que não há condições políticas para aprovar um texto dessa natureza.

Segundo essas lideranças, são reduzias as possibilidades de um projeto de lei sobre avançar por causa de alguns fatores. O primeiro é que este ano é eleitoral — em outubro haverá o pleito municipal em todas as unidades da Federação, exceto no Distrito Federal — e “não tem clima para isso”, sentenciou um parlamentar. Outro aspecto é que pesquisas de opinião vêm mostrando que a maioria da população condena os atos de vandalismo dos bolsonaristas de 8 de janeiro de 2023. Também pesa contra um PL de anistia quem seriam os principais beneficiados — a princípio, o próprio Bolsonaro, militares que apoiaram o rompimento da normalidade democrática, além de financiadores e estimuladores da invasão às sedes dos Três Poderes.

Do alto do carro de som, na Paulista, Bolsonaro pediu “uma anistia para os pobres coitados que estão presos em Brasília. Nós não queremos mais que seus filhos sejam órfãos de pais vivos. Há conciliação, nós já anistiamos no passado quem fez barbaridades no Brasil. Agora, pedimos a todos os 513 deputados e 81 senadores um projeto de anistia para que seja feita justiça em nosso Brasil”. Única voz no governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva a comentar a manifestação de domingo, o ministro-chefe da Casa Civil, Rui Costa, observou que “talvez seja a primeira vez na história que uma pessoa que cometeu atos criminosos chama um evento em praça pública, e lá, na praça pública, na frente da multidão, confessa o crime e vai além: pede perdão, pede anistia. É algo inusitado, para ficar registrado na história”.

Para o cientista político e professor da Fundação Getúlio Vargas (FGV) Alberto Carlos Almeida, mesmo que Bolsonaro tente encampar a bandeira de uma anistia, não deve ter êxito. “Pode tentar, mas não há como aprovar”, afirma.

Seis projetos no sentido de anistiar os envolvidos nas tentativas de golpe correm na Câmara e dois, no Senado. Nas duas casas, têm como principal barreira parlamentares da base do governo.

Na Câmara, exceto o texto elaborado por Marcelo Crivella (Republicanos-RJ), os demais são de autoria de parlamentares do PL — partido do ex-presidente. Entre os deputados, o entrave é a relatoria entregue a Sâmia Bomfim (PSol-SP), na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

No Senado, uma das propostas é de Hamilton Mourão (Republicanos-RS) e outra, de Márcio Bittar (União-AC). O texto do ex-vice-presidente do governo Bolsonaro está na Comissão de Defesa da Democracia, presidida pela senadora Eliziane Gama (PSD-MA), que escolheu para relatá-lo o petista Humberto Costa (PE).

Mourão, aliás, protocolou, ontem, uma consulta pública sobre a anistia aos golpistas. Em 8 de fevereiro, quando foi desfechada, pela PF, a Operação Tempus Veritatis o senador fez um discurso da tribuna quando no qual pedia que as Forças Armadas reagissem a “arbítrios” e “processos ilegais” que o STF estaria cometendo contra militares — que foram alvo da ação dos investigadores.

Reconvocação

O discurso de Bolsonaro no ato de domingo pode piorar a situação do ex-presidente nos inquéritos que correm na Polícia Federal (PF). Quando disse que “agora o golpe é porque tem uma minuta do decreto de estado de defesa”, há quem considere que ele cogitou essa possibilidade sem que houvesse as condições constitucionais para tal.

“O resultado que ele espera, que não seja condenado, que não seja preso — a manifestação não foi efetiva sobre isso. Não parece ter ajudado. Há até evidências contrárias, de que ele admitiu a tentativa de golpe”, salientou Alberto Carlos Almeida.

O ministro Rui Costa fez uma avaliação semelhante. “Apenas uma surpresa. No que se refere ao conteúdo, com a confissão dos crimes praticados”, observou.

As informações são do Correio Braziliense.

Organização criminosa envolvida em jogos de azar e lavagem de dinheiro é alvo de operação policial

Polícia Civil realiza operação  (Foto: Arquivo/DP)
Polícia Civil realiza operação (Foto: Arquivo/DP)

Operação No Bets foi deflagrada nesta terça (27) para o cumrpimento de 11 mandados de busca e apreensão, além de bloqueio de bens

Uma operação contra lavagem de dinheiro por uma organização criminosa envolvida em jogos de azar foi deflagrada, nesta terça (27), pela Polícia Civil de Pernambuco.

A Operação No Bets cumpre 11 mandados de busca e apreeesnão domiciliar no Grande Recife e no interior.

Os agentes fizeram buscas no Recife, em Paulista, na Região Metropolitana, e em Limoeiro, no Agreste.

Também foi determinado pela Justiça o bloqueio de ativos e bens da organização.

Imagens divulgadas pela polícia mostram carros de alto luxo apreendidos sendo levados para o pátio do Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Depatri), no Recife.

A ação é a 8ª Operação de Repressão Qualificada deflagrada este ano.

A investigação foi iniciada em fevereiro de 2023.

A operação é realizada por policiais ligados à Diretoria Integrada Metropolitana, sob a presidência do Delegado Adyr Martens, Titular da 8ª Delegacia Seccional.

Todos os mandados foram expedidos pela Segunda Vara Criminal da Comarca de Paulista, na Região Metropolitana.

Participam 80 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães.

As investigações foram assessoradas pela Diretoria de Inteligência da Polícia Civil de Pernambuco pelo Laboratório de Lavagem de Dinheiro.

Houve, ainda, o apoio operacional do Corpo de Bombeiros Militar.

Por: Diario de Pernambuco

Lula viajará para reuniões com países da América Latina e do Caribe

Na quarta-feira, Lula retoma agenda externa com lideranças da América Latina e do Caribe  (Crédito: Ricardo Stuckert/PR
)
Na quarta-feira, Lula retoma agenda externa com lideranças da América Latina e do Caribe (Crédito: Ricardo Stuckert/PR )

Presidente se reunirá com representantes da América Latina e do Caribe em dois encontros nesta semana. O combate à fome e a redução das desigualdades estão entre as pautas a serem defendidas pelo chefe do Executivo nas conferências

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva dará continuidade nesta semana à sua agenda internacional, poucos dias depois de voltar do continente africano. Na quarta-feira (28/02), irá a Georgetown, capital da Guiana, onde participa como convidado do encerramento da 46ª Cúpula de Chefes de Governo da Caricom, a Comunidade do Caribe. Na quinta, Lula embarca para Kingstown, capital de São Vicente e Granadinas, onde marca presença sexta-feira na 8ª Cúpula de Chefes de Estado e Governo da Comunidade dos Estados Latino-Americanos e Caribenhos, a Celac.

Os dois compromissos visam ampliar a integração regional, uma das prioridades estabelecidas por Lula para a diplomacia. A expectativa é que o presidente trate da relação comercial com os integrantes das cúpulas e de temas comuns para a região, como o combate à fome e à pobreza. Apesar de a visita à Guiana ocorrer em meio à disputa com a Venezuela pela região de Essequibo, o Itamaraty destacou que não há previsão de que o presidente discuta diretamente o tema.

Os detalhes da viagem foram informados durante o briefing do Itamaraty na sexta-feira. A decolagem de Lula ainda não está marcada, mas deve ocorrer na manhã de quarta, já que o voo para Georgetown é de apenas três horas e meia. A Caricom reúne 15 países e é uma das organizações de integração regional mais antigas do mundo. Para a embaixadora Gisela Padovan, secretária de América Latina do Ministério das Relações Exteriores, o diálogo com o bloco é estratégico para a posição brasileira, uma vez que os países representam 7% das cadeiras na Organização das Nações Unidas (ONU) e 40% da Organização dos Estados Americanos (OEA).

“Nós temos afinidades históricas, étnicas e culturais que nos aproximam naturalmente dos países da região”, disse a embaixadora. Ela anunciou que Lula deve ter uma reunião bilateral com o presidente da Guiana, Irfaan Ali. O país ganhou importância comercial considerável após a descoberta recente de reservas de petróleo e gás. Entre 2021 e 2023, a economia saltou 400%, de US$ 8 bilhões para mais de US$ 40 bilhões.

Leia mais

Primeiro carro bio-hybrid da Jeep vai sair da fábrica de Goiana

 (Paulo Paiva/Arquivo DP)
Paulo Paiva/Arquivo DP

Stellantis vai anunciar seu próximo ciclo de investimentos, em março, que prevê a produção do modelo inédito da montadora. Veículo será um híbrido movido a etanol

A Stellantis anuncia, na primeira quinzena de março – previsão inicial é dia 6 de março -, o seu plano de investimentos para os próximos anos e formaliza sua adesão ao Programa de Mobilidade Verde (Mover), lançado pelo governo federal no fim do ano passado. O programa amplia as exigências de sustentabilidade da frota automotiva e estimula a produção de novas tecnologias nas áreas de mobilidade e logística, visando promover a expansão de investimentos em eficiência energética, estabelecer limites mínimos de reciclagem na fabricação dos automóveis e criar o IPI Verde, cobrando menos imposto de quem polui menos.

O investimento em descarbonização e no desenvolvimento de veículos híbridos a etanol foi um dos requisitos para a prorrogação, até 2032, dos incentivos fiscais concedidos à fábrica da Stellantis, em Goiana, Zona da Mata Norte de Pernambuco. A fábrica pernambucana produz modelos Fiat (Toro), Ram (Rampage) e Jeep (Renegade, Compass e Commander). O primeiro modelo a sair da unidade, ainda este ano, será o primeiro Bio-Hybrid da Jeep, que combina um motor a combustão (provavelmente um 1.3 turbo flex) e um motor elétrico não plugin (sem opção de carregamento externo). Segundo especulações do setor, esse modelo seria o Compass Bio-Hybrid, que já teria sido visto rodando em fase de testes para ajustes finais. Na sequência será lançada uma versão 100% eletrificada.

Na última semana, o presidente da Stellantis para a América do Sul, Emanuele Cappellano, esteve com a governadora Raquel Lyra e o secretário de Desenvolvimento Econômico do estado, Guilherme Cavalcanti, no Palácio do Campo das Princesas, onde apresentou o projeto ao governo.

No encontro, Cappellano comentou o desempenho do mercado externo, que impulsionou a exportação dos modelos produzidos em Goiana. Segundo a empresa, desde a sua implantação, em 2015, a Stellantis é responsável pela geração de mais de 60 mil empregos diretos e indiretos em Pernambuco. Oficialmente, a Stellantis ainda não fala sobre o BioHybrid da Jeep, mas na reunião com o estado Cappellano disse que “o plano que anunciaremos levará a Stellantis a um novo patamar”. “Avançaremos como protagonistas da mobilidade segura, sustentável e acessível, gerando desenvolvimento e riqueza para a região e todo o país”, afirmou.

O novo ciclo de investimentos dentro do Mover contemplará novos produtos e serviços, além da expansão da cadeia de fornecedores para o desenvolvimento e localização de novas tecnologias para acelerar a descarbonização da mobilidade.

REGULAMENTAÇAO

O Mover foi anunciado pelo presidente Lula no apagar das luzes de 2023, em 30 de dezembro, por meio da Medida Provisória (MP) 1205, expandido o antigo Rota 2030. A execução está a cargo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), que tem como ministro o vice-presidente da República, Geraldo Alckmin, que deverá estar presente no evento da Stellantis.

Em nota enviada à reportagem, o MDIC afirmou que “os atos normativos regulamentando a MP serão publicados nos próximos dias. O primeiro deles tratará da habilitação das empresas no programa”. Por se tratar de uma MP, os incentivos fiscais previstos na medida já estão vigorando. No entanto, caso a MP não seja convertida em lei no prazo máximo de 120 dias, por meio de tramitação no Congresso Nacional, a medida perde a validade.

Conforme apurou a reportagem, a tramitação da MP vai iniciar pelo Senado Federal, para só depois ir à Câmara dos Deputados. O incentivo fiscal para que as empresas invistam em descarbonização e se enquadrem nos requisitos obrigatórios do programa está previsto em R$ 3,5 bilhões para 2024. “Os recursos são relativos a créditos financeiros que devem ser solicitados pelas empresas, na medida em que promovam investimentos em pesquisa, desenvolvimento e produção tecnológica”, enfatizou a pasta.

São José do Egito: Ciclistas de se juntam para roçar margens da rodovia PE-275

You are currently viewing Ciclistas egipcienses se juntam para roçar margens de rodovia
Foto/Divulgação

Dezenas de ciclistas do grupo do Pedal Diário, cansados de esperar a “boa vontade” do Governo do Estado, resolveram roçar por conta própria, o mato dos pontos mais críticos das margens, do trecho da rodovia PE-275, entre as cidades de São José do Egito e Tuparetama.

O ato concreto de protesto aconteceu na manhã deste domingo (25), e além do serviço para aumentar a segurança dos próprios ciclistas, pedestres e motoristas que precisam passar pela rodovia, também serve para chamar atenção das autoridades, no caso, o Governo do Estado de Pernambuco, que sequer o serviço de roço nas estradas está fazendo.

Essa não é a primeira vez, que os ciclistas fizeram esse serviço, em julho de 2020, eles já tinham feito a mesma coisa, naquele tempo, assim como agora, o ato ganhou grande repercussão, mais de lá pra cá o DER, órgão responsável pela manutenção das rodovias estaduais não roçou uma única vez as margens, nem da PE-275, ou de nenhuma outra rodovia que corta o Pajeú.

Em 2023, a Prefeitura de São José do Egito promoveu o roço de alguns quilômetros da rodovia que liga Riacho do Meio a Santa Terezinha, fazendo o que não é de sua competência.

Por Blog do Erbi.

Sem citar nomes, Bolsonaro critica STF, Lula e urnas em discurso na Paulista

 (Foto: NELSON ALMEIDA / AFP)

O ex-presidente evitou falar diretamente sobre a Suprema Corte, mas alegou que ”alguns” estão cometendo ”abusos” e se referiu à derrota nas eleições como ”aquela coisa”

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a criticar o Supremo Tribunal Federal (STF) e a defender o voto auditável em discurso durante ato na avenida Paulista, em São Paulo, na tarde deste domingo (25/2). Sem citar nomes ou se referir diretamente à Suprema Corte, o ex-chefe do Executivo disse que ”abusos” estão sendo cometidos por ”alguns” e defendeu maior ”transparência” nas eleições.

No discurso, Bolsonaro falou sobre os quatro anos que esteve à frente do Palácio do Planalto e disse que a derrota nas eleições presidenciais de 2022 — quando o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi eleito com 50,9% dos votos válidos —, é ”página virada”. ”Aquela coisa que aconteceu em outubro de 2022 vamos considerar uma página virada na nossa história, porque nós sabemos o que precisa ser feito no futuro para que todos não tenham dúvidas da transparência daquilo que nós devemos ter, em especial, quando se elege um representante nosso”, afirmou.

Bolsonaro ainda insinuou que Lula venceu as eleições ”sem torcida” e que ele governa ”sem o povo ao seu lado”. ”Nós podemos até ver um time de futebol sem torcida ser campeão, mas não conseguimos entender como existe um presidente sem o povo ao seu lado.”

”Nós não queremos o socialismo para o nosso Brasil, nós não podemos admitir o comunismo em nosso meio. Nós não queremos ideologia de gênero para os nosso filhos, nós queremos o respeito à propriedade privada, nós queremos o direito à defesa da própria vida, nós queremos o direito à vida desde a sua concepção, nós não queremos a liberação das drogas em nosso país, mas, para isso, nós devemos trabalhar todos os dias dentro de casa, no trabalho, com os vizinhos e com os amigos”, incentivou Bolsonaro. ”Nós sabemos o que foi o período de 2019 a 2022 e estamos conhecendo agora como está difícil vencer nesse país com quem nós temos a nos governar nesse momento”, completou.

Sobre o STF, o ex-presidente não citou nominalmente, mas, nas entrelinhas, afirmou que ”alguns” estão cometendo ”abusos”. ”Quando a gente fala sobre Estado Democrático de Direito, quando ele não é respeitado, aquela minoria fabrica órfãos de pais vivos. É lamentável o que vem acontecendo, o abuso por parte de alguns, que traz insegurança para todos nós”, alegou. ”Nós não podemos concordar que um poder tire do palco político quem quer que seja, a não ser que seja por um motivo extremamente justo. Não podemos pensar em ganhar as eleições afastando os opositores do cenário político”, destacou, em referência à inelegibilidade por oito anos, declarada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

”Após esse pronunciamento, a gente pede a Deus que ilumine a todos, até àqueles poucos, ou raros, que nós não gostamos, para que voltem a pensar com o coração, com a razão e nós possamos fazer com que o Brasil caminhe na sua marcha”, disse Bolsonaro. ”Nós sabemos o que deve ser feito no futuro para que o Brasil tenha um presidente que tenha Deus no coração, que ame a sua bandeira, que se emocione quando canta o Hino Nacional, que respeite a família brasileira e que ame, de verdade, o seu povo”, concluiu.

As informações são do Correio Braziliense.

Mais de 39 mil candidatos participam do concurso da Polícia Civil de Pernambuco

Candidatos participam do concurso da Polícia Civil de Pernambuco 

Mais de 39 mil candidatos prestaram, neste domingo (25), o concurso prova teórica do concurso da Polícia Civil de Pernambuco. Eles concorrem às 400 vagas totais, sendo 250 para agente e 150 para escrivão. O edital ainda conta com 45 para delegado, cuja prova será aplicada no próximo domingo (03).

O foco e a determinação fazem parte da preparação dos candidatos, mas a tranquilidade deve reinar. É o caso de Diogo Biones, que está se candidatando para a vaga de agente. “Tudo tranquilo. (Vou) fazer o que eu estava fazendo antes, estudando, vai ser igual a um simulado”, disse.

Diogo já vem se preparando há mais de um ano para concursos de agentes de segurança. Mesmo sendo o primeiro que faz para a Polícia Civil de Pernambuco, ele busca alcançar um cargo na Polícia Federal. “Eu estou mais ansioso por causa da redação. As outras disciplinas eu já estou estudando porque eu estou me preparando pra Polícia Federal. Aí eu estou fazendo várias provas, porque se eu errar aqui, eu não quero cometer o erro quando for na hora de fazer a prova da Polícia Federal”, afirmou o candidato.

Para Gabriela Neves, de 27 anos, que também faz a prova pela primeira vez, a expectativa maior é para a o exame destinado ao cargo de delegado, na próxima semana. No entanto, a candidata já vem se preparando há mais tempo. “Essa prova meio que mudou o percurso quando saiu o edital. Eu estava me preparando para agente anteriormente já há um tempinho, mais ou menos um ano, aí o edital veio e quebrou todas as expectativas”, relatou a candidata.

Com o foco na prova para delegados, no próximo domingo (3), Neves enxerga a prova para agente como um treino. “Eu não me preparei pra essa agora, porque as especificas são contabilidade, raciocínio lógico, não são matérias que eu estudo, porque eu estudo para o concurso de delegado. Aí eu dei uma ‘preparadinha’, vou fazer pra ver como é que vai ser, mas estou tranquila”, comentou.

Veja as próximas datas do concurso da Polícia Civil de Pernambuco: 

  • 27/02 – Divulgação e consulta individual ao padrão e aos gabaritos preliminares das provas objetivas e discursivas (Agente de Polícia e Escrivão de Polícia);
  • 03/03 – Aplicação das provas objetivas e discursivas para o cargo de Delegado de Polícia;
  • 05/03 – Divulgação e consulta individual ao padrão e aos gabaritos preliminares das provas objetivas e discursivas;
  • 01/04 – Divulgação do edital de resultado final nas provas objetivas e de resultado provisório na prova discursiva (todos os cargos).

Vídeo: apoiadores começam a lotar Av. Paulista em ato convocado por Bolsonaro.

Ato acontece na Avenida Paulista, no centro de São Paulo (foto: Reprodução )
Ato acontece na Avenida Paulista, no centro de São Paulo (foto: Reprodução )

Ato convocado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro para este domingo (25) espera reunir 500 mil manifestantes na Avenida Paulista (SP)

Os apoiadores de Jair Bolsonaro (PL) que participarão de ato em apoio ao ex-presidente começam a se concentrar no local marcado para o evento deste domingo (25), a Avenida Paulista, no centro de São Paulo (SP).

Imagens da área mostram a via lotada de pessoas vestidas com roupas nas cores verde-amarela e com bandeiras do Brasil ou até de Israel.

Ainda que a concentração tenha começado pela manhã, o ato está marcado para as 15h. O evento convocado pelo próprio ex-presidente ocorre em meio às investigações da Polícia Federal (PF) contra ele por possível tentativa de golpe de Estado.

Veja:

Banco do Nordeste atinge recorde de R$ 58,5 bilhões em contratações de crédito em 2023

Paulo Câmara, presidente do BNB

O Banco do Nordeste (BNB) encerrou o exercício de 2023 com volume de contratações de operações de crédito que somaram R$ 58,5 bilhões. O valor representa um acréscimo de 27,1% em relação aos R$ 46 bilhões alcançados em 2022. Já o lucro líquido do ano foi de R$ 2,1 bilhões, o que corresponde a um aumento de 4,1% ante os cerca de R$ 2 bilhões obtidos no ano anterior. Esse resultado líquido reflete melhoria na eficiência operacional e a elevação na margem de intermediação financeira. Além desses fatores, houve aumento dos ganhos com prestação de serviços, que incluem tarifas bancárias e outras receitas provenientes de fundos de investimento e do Fundo de Desenvolvimento do Nordeste (FDNE).

Outra importante contribuição foi na operação do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), que superou a meta de crescimento de 12,4% estabelecida para o ano.

RESULTADO PROMISSOR

“Estamos bastante satisfeitos com resultado de 2023, pois os números premiam o nosso esforço em superar metas e nossas expectativas em relação ao potencial de crescimento e de investimentos da região. Mais uma vez nossa equipe bateu recorde no volume de contratações com o FNE e aplicamos R$ 43,7 bilhões com recursos do Fundo, o que equivale a um incremento de 35,4% em relação ao desempenho de 2022,” afirma o presidente do BNB, Paulo Câmara.

O executivo ressalta que o FNE é o principal funding do banco, que continua empenhado em diversificar as fontes de recursos para ampliar sua capacidade de negócios e de concessão de crédito.

“A crescente demanda de pedidos de financiamentos recebidos nos faz pensar em possibilidades de acessar fontes alternativas e de intensificar o diálogo com instituições multilaterais com o mesmo perfil de fomento e alinhamento de propósito para financiar investimentos sustentáveis e que promovam o impacto social e ambiental, que fazem parte do DNA do Banco do Nordeste”, explica Paulo Câmara.

MICRO E PEQUENAS EMPRESAS

Leia mais

Caixa anuncia concurso para contratação de 4 mil funcionáriosCaixa anuncia concurso para contratação de 4 mil funcionáriosCaixa anuncia concurso para contratação de 4 mil funcionários

O presidente da Caixa, Carlos Vieira — Foto: José Cruz/Agência Brasil

O presidente da Caixa, Carlos Viana, anunciou nesta quarta-feira (21), a realização de um concurso público para a contratação de 4 mil funcionários para a instituição. Ele fez o anúncio após reunião com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Palácio do Planalto.

De acordo com Viana, serão 2 mil para a área de TI (tecnologia da informação) e outras 2 mil vagas para técnico bancário, que faz parte da carreira tradicional da Caixa.

Viana afirmou que o salário inicial deve chegar a R$ 6 mil. As provas devem acontecer ainda no primeiro semestre, e a convocação dos selecionados ocorrerá até o fim deste ano.

O executivo afirmou ainda que o Diário Oficial da União (DOU) de quinta-feira detalhará as localidades onde ficarão os novos postos abertos. Mas disse que o a ideia é empregar boa parte dos novos trabalhadores em localidades “desassistidas pela rede bancária”.

Justiça Federal em Pernambuco concede pensão especial a uma órfã de vítima de feminicídio

Martelo da Justiça beneficiou menor que ficou órfã depois da morte da mãe (Foto: Arquivo)
Martelo da Justiça beneficiou menor que ficou órfã depois da morte da mãe (Foto: Arquivo)

Mãe da menor foi assassinada pelo companheiro em 2020. Benefício foi concedido em sentença do juiz federal substituto da 27ª Vara Federal

A Justiça Federal em Pernambuco (JFPE) concedeu uma pensão especial a uma menor de idade que ficou órfã por causa do feminicídio.

A mãe dela foi assassinada pelo companheiro e pai da criança, em julho de 2020, no interior do Estado.

Na época, a menor tinha 5 anos e passou a morar com a avó materna, que obteve a guarda legal da criança.
Os nomes dos envolvidos não foram divulgados, segundo a Justiça Federal, por causa da Lei n° 13.709/2018, que garante a presevação de identidades.
De acordo com a JFPE, o benefício foi concedido em cumprimento à Lei n° 14.717/2023.
Em texto postado no site, a Justiça Federal no Estado, informou que a menor mora no Sertão pernambucano.
O benefício foi concedido em sentença do juiz federal substituto da 27ª Vara Federal, Henrique Jorge Dantas da Cruz, no domingo (18).
Tramitação
Ainda de acordo com  JFPE,  a avó da menor é agricultora, analfabeta e sem renda cadastrada.

Ela entrou com pedido de pensão por morte junto ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e teve o benefício negado pelo instituto, uma vez que a filha não era segurada da previdência social.

Diante a negativa do INSS, a mãe da vítima de feminicídio entrou com ação na JFPE, na Subseção de Ouricuri, no Sertão, solicitando o benefício em nome da neta.

O pedido foi negado pela JFPE pois, de acordo com os documentos apresentados e autos do processo, a vítima “não complementou as contribuições, motivo pelo qual não tinha a qualidade de segurada do Regime Geral de Previdência Social”.

No entanto, em meio ao trâmite do processo, a Lei nº 14.717/2023 foi sancionada, em 31 de outubro, prevendo o pagamento de pensão especial no valor de um salário mínimo a crianças e adolescentes de até 18 anos de idade, órfãos de mulheres vítimas do crime de feminicídio.

Os advogados da autora da ação solicitaram, durante o curso do processo, a mudança do pedido de pensão por morte para a pensão especial prevista na nova norma, pleito deferido pelo magistrado.

“Simplicidade, informalidade, economia processual e celeridade são critérios que orientam os processos dos Juizados Especiais Federais (JEFs)”, explica o juiz, que complementou a sentença concedendo a pensão por morte à menor.
 
Decisão
No entendimento do magistrado, a parte autora é uma criança de 7 anos e mãe dela foi vítima de feminicídio cometido pelo próprio pai.
“Em razão dessa tragédia, está privada, de forma perpétua, da companhia e do afeto de sua mãe. É uma situação de vulnerabilidade interseccional, pois a autora sofre como criança órfã, como pessoa de baixa renda e como vítima indireta de feminicídio e direta do esfacelamento da sua família. A Lei 14.717/2023 foi editada com o objetivo de formular mais uma política pública de mitigação dos efeitos deletérios da violência de gênero”, disse o magistrado.
Com a sentença, o INSS fica condenado a iniciar o pagamento do benefício até o dia 15 de março de 2024, sendo retroativo a 31 de outubro de 2023, data de vigência da Lei 14.717/2023.
Por: Diario de Pernambuco

Afogados cria gabinete de crise devido às chuvas

Foto/Reprodução

há previsão de muita chuva a partir das 21h desta quarta-feira (21), como também para o fim de semana

A chuva voltou a cair com intensidade em Afogados da Ingazeira. Segundo a Defesa Civil foram 85 milímetros na sede do município e 92,5 milímetros no Bairro Planalto.

Choveu bastante também na zona rural do município: Queimada Grande 77 mm, Sítio Umburanas 94mm, Sítio Oitis 75 mm e Sítio Poço do Moleque 64 mm, Sítio Escada 38 mm, conforme a Defesa Civil.

Os ouvintes do programa Rádio Vivo da Rádio Pajeú relataram muita chuva na região: Sítio Opa 90 mm, Sitio Barro Branco em Iguaracy 80 mm, São Domingos 83 mm, Poço da Volta 105 mm, Carnaíba 52,7 mm.

A forte chuva causou diversos pontos de alagamentos em Afogados da Ingazeira. Há registro de um carro sendo quase arrastado na Rua Diomedes Gomes, no centro da cidade. O coordenador da Defesa Civil, Fernando Moraes, informou que o prefeito Alessandro Palmeira determinou a criação de um gabinete de crise para avaliar e solucionar os problemas de drenagem nos pontos mais afetados da cidade.

“Foi uma chuva mais demorada e com um volume de água maior. Tivemos alguns transtornos em locais onde já temos tradição de dificuldades na drenagem. O prefeito Sandrinho está preocupado, me ligou para a gente resolver definitivamente essa situação. A gente vai montar um gabinete hoje e vamos avaliar com a presença do engenheiro para sanar essa situação”, informou Fernando Moraes, alertando para a previsão de muita chuva a partir das 21h desta quarta-feira (21).

Por Juliana Lima.