Logo BCM.
Banner – Anuncie Aqui- 970×250 | CENSURA ZERO  

Alessandro Palmeira vai criar Secretaria da Mulher; anúncio foi feito durante entrega da Patrulha Municipal Maria da Penha

O prefeito Alessandro Palmeira, de Afogados da Ingazeira, anunciou nesta quarta-feira (15) a criação da Secretaria Municipal da Mulher, através de projeto a ser enviado à Câmara Municipal. O anúncio foi feito durante a entrega da Patrulha Municipal Maria da Penha. “É uma reivindicação do movimento de mulheres, dará mais força à execução das políticas públicas para as mulheres e nós iremos atender”, afirmou o prefeito.

A entrega aconteceu no pátio do Centro Tecnológico, antiga Cagepe. Após a entrega, o prefeito e o vice, Daniel Valadares, participaram da abertura do Seminário Mulheres Promotoras da Sociobiodiversidade no Enfrentamento às Diversas Formas de Violência, promovido pela Coordenadoria Municipal da Mulher, em parceria com a Rede de Mulheres Produtoras do Pajeú e do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher.

Participaram das atividades a vereadora Gal Mariano, os vereadores Douglas Eletricista, Raimundo Lima, Sargento Argemiro, César Tenório, Cícero Miguel, a Delegada da Mulher, Andreza Gregório, a Coord. Municipal de Políticas para as Mulheres, Risolene Lima; Maria Gama, soldado da Patrulha Maria da Penha da PM; Apolonia Gomes, vice-presidente do Conselho Municipal de Direitos da Mulher; Lucineide Cordeiro, STR; Ita Porto, representando a Diaconia, e Fátima Silva, Fórum de Mulheres do Pajeú, secretários e gestores municipais.

Risolene Lima agradeceu as mulheres presentes, dos diversos grupos de mulheres produtoras, que trouxeram seus produtos para comercialização em uma feira solidária instalada nas dependências do Centro. “É a economia solidária a favor da construção da autonomia das mulheres”, destacou Risolene.

“Ser mulher em pleno século XXI é um ato revolucionário. Um ato de fé e de coragem. Combater a violência contra as mulheres é lutar também contra uma estrutura de sociedade patriarcal, concentradora, machista, de não aceitação do outro. Precisamos lutar pelo respeito, pela tolerância, para que cada um, cada uma, possa ser livre para ser o que quiser ser”, afirmou o prefeito Alessandro Palmeira.

As guardas municipais Valéria Francislayne e Valdijane dos Santos irão atuar na viatura da Patrulha Municipal Maria da Penha, dentro da estrutura da Guarda Civil Municipal. Segundo o prefeito, mais duas mulheres serão contratadas para reforçar a equipe. Elas receberão apoio e capacitação ministrada pela Polícia Militar e pela Delegada da Mulher, Andreza Gregório, atuando em conjunto com os órgãos de segurança do Estado.

Leave a Comment